Prefeitura de SP regulamenta Uber e Waze Rider

A Prefeitura de São Paulo assinou um decreto nesta terça-feira (10/05) que regulamenta os serviços de motorista particular do Uber e os aplicativos de carona como o Waze Rider. Para a prestação de ambos os serviços, não será exigido qualquer tipo de alvará.

Para o transporte remunerado, a Prefeitura passa a exigir que os motoristas do Uber e outros aplicativos similares emitam recibos eletrônicos por corrida, também há a exigência de carteira nacional de habilitação (CNH) profissional e curso de formação (ex: Condutax).


ridewith

No caso do Waze Rider – que se enquadra na regulamentação da “carona solidária” – não pode gerar cobrança ao passageiro visando lucro, apenas um “valor simbólico” para cobrir os gastos da viagem. Os motoristas desta categoria não podem ser profissionais.

Atualmente o Waze Rider está disponível apenas em Israel. Os motoristas escolhidos pelo Google só podem realizar 2 caronas por dia, e elas devem ser feitas na hora do rush.

2 Replies to “Prefeitura de SP regulamenta Uber e Waze Rider

  1. péssima notícia em breve acaba o serviço, a mão pesada do estado começa a se meter onde não é chamada

    1. “em breve acaba o serviço” lol, não viaja. A atuação do Estado nesse caso foi ótima, apenas exerceu a regulação, e não houve limitações quanto ao tipo de serviço. O mercado vai poder continuar operando livremente.

Comente!