Google+ não será um ‘covil de infâmia’ após a contratação fundador do 4Chan

Yonatan Zunger, arquiteto chefe de computação do Google, publicou hoje uma nota no Google+ para desmentir qualquer boato de que o Google+ seria transformado em um ‘covil de infâmia’ após a contratação fundador do 4Chan Christopher Poole.

De acordo com Zunger, Poole não é um “troll” e nem faz uma curadoria de “trollagens” e em conversas com funcionários tem se mostrado como um grande especialista em questões de dinâmica social e interações.


“Estou ansioso para ver o que ele vai fazer. E não tenha medo: não estamos prestes a se tornar um ‘covil de infâmia’. Este não é o tipo de lugar ou intenção de que ele se torne”.

Se você tinha alguma dúvida de que o Google+ se tornaria o próximo 4Chan, pode dormir mais tranquilo esta noite.

2 Replies to “Google+ não será um ‘covil de infâmia’ após a contratação fundador do 4Chan

Comente!