Google apoia a Apple em debate sobre criptografia

De acordo com o The Verge, o CEO do Google Sundar Pichai comentou sobre “carta aberta” de Tim Cook, que alerta os clientes da maçã sobre um pedido do FBI: que a empresa encontre uma forma de quebrar a criptografia dos iPhones.

A juíza Sheri Pym da corte distrital de Los Angeles solicitou que a Apple forneça um meio de desbloquear os dados de um iPhone 5C recuperado de um dos atiradores do massacre de San Bernardino.


Em sua carta, Cook explica que a companhia se opôs a demanda do juíza pois poderia ameaçar a segurança dos clientes e trazer “implicações além do caso legal em questão”.

Para Pichai, a discussão fomentada por Cook é “importante” e “poderia ser um precedente preocupante” para outras empresas como o próprio Google que mantém o sistema operacional Android.

“Nós construímos produtos seguros para manter suas informações seguras e que dão acesso aos dados por meio da aplicação da lei com base em ordens legais e válidas”, tuitou Pichai.

“Mas isso é totalmente diferente do que obrigar as empresas a permitir que hackers violem os dados e a privacidade dos clientes.”

O CEO do Google disse ainda que está “ansioso por uma discussão ponderada e aberta sobre esta importante questão”.

Comente!