Google não teria intenções de se tornar um fabricante de carros

google-carro-autonomo

De acordo com o diretor-gerente do Google Philipp Justus, responsável pelos mercados da Alemanha, Áustria e Suíça, o Google não tem intenções de se tornar um fabricante de veículos.


Durante uma entrevista no Salão do Automóvel de Frankfurt, Justus deixou claro que a empresa é dependente de seus parceiros de fabricação, que incluem a Bosch e a ZF Friedrichshafen entre os atuais fornecedores.

“Isso não é algo que poderíamos fazer sozinhos”, disse Philipp Justus. “O Google também não tem a intenção de se tornar um fabricante de automóveis.”

No início da semana, o Google anunciou a contratação de John Krafcik, ex-CEO da Hyundai e um veterano da indústria de carro, para dirigir o programa de carros autônomos.

“Esta é uma grande oportunidade para ajudar o Google a desenvolver seu enorme potencial de carros que dirigem”, escreveu Krafcik a Automotive News.

“Esta tecnologia pode salvar milhares de vidas, dar a milhões de pessoas uma maior mobilidade e libertar de um monte de coisas que encontramos como frustrante na condução de hoje”.

Embora o Google tenha planejado uma quantidade inicial de 100 carros, o buscador já teria interesse em elevar esses números para uma possível produção em massa.

Comente!