Motorola apresenta em São Paulo seu Moto Maxx, com bateria de 40 horas

0
434

A Motorola anunciou hoje, nesta quarta-feira (5), o novo Moto Maxx, com bateria de amperagem de 3900 mAh e duração de 40 horas, ou seja, quase dois dias. O aparelho, apresentado na cidade de São Paulo, tem sistema operacional Android 4.4 KitKat com atualização para o Android L. O software pode ser customizado como é no caso do Moto X. O preço de lançamento dele é de R$ 2199, muito abaixo dos top de linha. Foi anunciado também o relógio Moto 360 por R$ 799.

moto-maxx


A traseira do aparelho é de nylon balístico, material de bolsas reforçadas, com Kevlar, material de coletes a prova de balas. O resultado é bem mais resistente do que o Moto X, que aposta em bambu e couro na traseira. A tela é de 5,2 polegadas e resolução de 1440 x 2560 pixels. O smartphone possui três botões clássicos na parte inferior e vem acompanhado por um processador Qualcomm Snapdragon 805 quad-core de 2,7 GHz e 3 GB de RAM, além de 64 GB no espaço interno para apps e programas Android. Chama muito a atenção também sua câmera de 21 megapixels, com capacidade de filmar em 4K.

Com este aparelho mais robusto, a Motorola manteve o custo-benefício que tornou o Moto X tão atraente em seu Moto Maxx. Não há aparelho nesta faixa de preço e bateria de quase dois dias. É uma opção que vale a pena se você comparar com celulares Android de alta qualidade, como o Xperia Z3, e até com foblets (telefone + tablet) como Galaxy Note 4.

Comente!