Google e Bing vão bloquear pornografia infantil

De acordo com informações da Reuters, Google e Microsoft se uniram para estrear um novo algoritmo capaz de bloquear pesquisas na web que tenham alguma relação com abuso infantil.

As empresas dizem que mais de 100 mil termos de busca deixarão de produzir resultados e um alerta será emitido automaticamente para avisar o utilizador de que “imagens de abuso infantil são ilegais”.


O presidente-executivo do Google, Eric Schmidt, disse que essas mudanças seriam inicialmente introduzidas na Grã-Bretanha e posteriormente estendidas a outros 158 países, nos próximos seis meses.

Já o presidente-executivo da Microsoft, Steve Ballmer, afirmou que a implantação de melhorias tecnológicas para identificar e eliminar o conteúdo de Internet que retrata o abuso sexual infantil é um esforço de equipe.

Comente!