Leitores reclamam do marketing da Motorola Brasil

0
168

google-motorola

Na visão do Google, os “patrocínios pagos não são transparentes ou dentro do interesse dos usuários” mas, aparentemente, a Motorola Brasil parece continuar não se importando muito com isso.


Em uma nova leva de publicidade paga, que começou a surgir desde o último dia 30 de Outubro, a Motorola deu início a compra de conteúdo para apresentar o Moto X em parceria com a operadora Nextel.

Em um dos casos analisados por este blog, uma publicidade similar já havia sido feita há pouco tempo [para o próprio Moto X], o que torna o assunto recorrente, invasivo e cansativo para os leitores.

Nos comentários abaixo, os leitores do Hypeness comentam sobre o publieditorial e a estranha falta de imagens do produto, enquanto outros questionaram os excessos por parte das empresas de telefonia.

moto-x-nextel

Durante a ação de publieditoriais para o Moto X, que ocorreu durante o mês de setembro, o mesmo problema surgiu junto a outros veículos. Em alguns casos, os leitores mostraram dúvidas sobre o material produzido pelo blogueiro.

Nos blogs, cuja a plataforma permite que os visitantes tenham uma relação mais próxima com seus autores, os usuários acabam sendo capazes de reconhecer quando uma publicidade cria informações fantasiosas.

Nos comentários abaixo, retirados do blog Just Lia, algumas leitoras questionaram a autora sobre uma suposta mudança em suas preferências e a falta de uma fácil indicação de que o conteúdo foi patrocinado.

moto-x-leitores

Será que realmente vale a pena saturar a marca e produto desta forma? Há empresas, como as montadoras Ford e Toyota, que não acreditam na relevância dos posts pagos e procuram desenvolver experiências diferenciadas, junto aos formadores de opinião, para que suas palavras sejam mais naturais e verdadeiras.

A agência F Biz – que supostamente teria feito a maior parte das ações, incluindo o contato e pagamento a blogueiros – foi procurada por este blog para esclarecer o briefing da campanha mas se recusou a fazer qualquer comentário.

A Motorola Brasil, através de sua assessoria de imprensa, informou em nota que “A Motorola e o Google são empresas que operam de forma independente. A Motorola esclarece que sua estratégia de Marketing também é definida de forma independente”.

Nota: No caso da publicidade do Moto X com a Nextel, há indicações de que a ação estaria sendo feita e negociada através de uma outra agência. Estamos tentando confirmar esta informação.

Nota 2: GDiscovery não é contra publieditoriais: nosso questionamento envolve criar uma discussão aberta sobre a visão do Google contra as atuais decisões do marketing da Motorola no Brasil.

Este blog segue com os mesmos objetivos dos últimos 7 anos: acompanhar a empresa Google Inc. e contar sua história.

Como parte da gigante de Mountain View, as atividades da Motorola interessam aos nossos leitores, assim como as decisões do Google em defender a neutralidade da internet ou quando faz críticas contra a censura na China.

Comente!