Google pode descontinuar a Motorola?

motorola

Apesar das ótimas críticas ao Moto X, os prejuízos da Motorola continuam a crescer e o Google pode ser forçado por seus acionistas a conter seus gastos e, desta forma, há um risco de que a fabricante seja desligada (ou colocada à venda, como já aconteceu com a área de set top box).


Enquanto as ações do Google dispararam nos últimos dias para  uma alta histórica, acima de 1 mil dólares, as perdas operacionais com a Motorola, segundo a agência Reuters, totalizaram 248 milhões de dólares durante o terceiro trimestre, comparadas às perdas de 192 milhões de dólares no terceiro trimestre de 2012.

Durante a teleconferência de resultados, o CEO do Google Larry Page fez elogios ao trabalho de Dennis Woodside e ao lançamento do Moto X. No entanto, frisou a necessidade da Motorola em melhorar seu marketing e distribuição dos produtos, que pode acontecer com novas parcerias e acordos com mais operadoras.

Para Avi Greengart, diretor de pesquisa para dispositivos de consumo da Current Analysis, o Google apresenta uma forma de trabalho confusa em hardware e vem,  essencialmente, diluindo o branding da Motorola junto aos consumidores:

“Google constrói celulares da Motorola, mas também faz telefones com outros parceiros. Eles tinham uma divisão de set top box da Motorola, mas eles a venderam. Então eles encontraram um outro parceiro para Chromecast. É confuso”, diz Greengart ao The Verge. “Especialmente quando você está tentando restabelecer uma marca.”

É claro que o Google não vai desligar a Motorola tão brevemente. Além da necessidade de competir em hardware com a Apple, o buscador obteve um lucro operacional de quase 3 bilhões de dólares no último trimestre e pode, por enquanto, continuar injetando dinheiro na fabricante na esperança de surgir algum efeito.

Comente!