Contra as diretrizes do Google, Motorola faz publieditorial para promover Moto X no Brasil

moto-x-promo

Em divergência a posição global do Google de evitar patrocínios pagos, a Motorola Brasil parece caminhar de forma contrária a sua nova administração ao aprovar a realização de “publieditoriais” a blogueiros e veículos cujo o objetivo foi a promoção e divulgação do novíssimo Moto X.


Em 2012, o buscador já havia se envolvido em um problema similar nos EUA. Agências contratadas pela gigante de Mountain View teriam contratado blogueiros para realizar uma campanha de divulgação de um vídeo promocional do Google Chrome. A ação, no entanto, teria sido feita sem qualquer consulta prévia ao Google e suas diretrizes.

Na época, um porta voz do Google comentou sobre a neutralidade da empresa e afirmou que o buscador não trabalha com divulgação de conteúdo pago e nem mesmo oferece pagamento à blogueiros. Com a falha corporativa, o site do Chrome teve seu PageRank penalizado.

“O Google nunca concordou com nada além do que os anúncios online. Temos consistentemente evitado patrocínios pagos, inclusive pagando blogueiros para promover os nossos produtos, porque este tipo de promoções não são transparentes ou dentro do interesse dos usuários. Vamos olhar as mudanças que precisamos fazer para garantir que isso nunca aconteça novamente”, disse.

Teria a Motorola cometido um erro no Brasil? Consultamos a assessoria da Motorola e Google Brasil para obter mais informações sobre o caso.

Atualização: Uma fonte anônima informou o blog que a agência F. Biz teria efetuado o contato e pagamento para blogueiros e veículos. O GD tentou um contato com a agência mas, até o momento, nenhuma resposta foi recebida.

Atualização 2: Leia nosso editorial sobre as diretrizes Motorola-Google.

Comente!