Google pede que usuários liberem a exibição de seus anúncios

17
1371

Há, na Internet, uma discussão muito velha sobre a “gratuidade” dos serviços web nos dias atuais. Há, inclusive, um ditado que diz algo como “se o produto é de graça, você é o produto”. E, com o tamanho do Google, nada mais normal que as pessoas temerem pela quantidade absurda de informações que a empresa têm sobre elas, mesmo que o Google tenha uma clara política sobre como utiliza as informações dos usuários.

No caso do Google, uma das maneiras de a empresa deixar clara o quão sabe da vida do usuário, é exibindo as publicidades contextualizadas. Seja no mecanismo de pesquisa, no Gmail ou até mesmo dentro do Google Maps, a gigante das buscas faz uso do seu histórico de consumo, suas informações pessoais (como mensagens do Gmail) e dos termos pesquisados para exibir somente propagandas que possam ser do interesse do usuário.


Mas, obviamente, isso não agrada a todos e muitos acabam utilizando ferramentas do tipo AdBlock para impedirem a exibição das publicidades. Normalmente, a alegação é que as propagandas acabam poluindo muito as páginas (o que é bem verdade), mas isso acaba tendo um efeito negativo para o lado das empresas. Afinal, se a gente não paga diretamente para utilizar o serviço, elas têm que monetizá-lo de alguma maneira e, normalmente, é via publicidade.

Aparentemente, o Google começou a mexer os pauzinhos para tentar reverter a situação. Ao menos no caso dos usuários que utilizam o AdBlock no Chrome. De acordo com o leitor Otávio Müller, na noite de ontem, a empresa começou a exibir uma mensagem, localizada exatamente onde o bloqueador de publicidades removeu o conteúdo da página de resultado, pedindo para que ele considere a opção de desbloquear os anúncios da empresa.

google_chrome_adblock_1

Na mensagem, o Google pede para que o usuário “pense em permitir anúncios no Google” e utiliza uma justificativa plausível de que “os anúncios ajudam a pagar pelos produtos do Google que você usa todos os dias”. No final, há um botão pedindo para que o usuário permita a exibição dos anúncios que, ao ser clicado, adiciona uma grande quantidade de páginas do Google na lista de exceções do AdBlock.

google_chrome_adblock_2

Sinceramente, não sei se é apenas um teste, ou se a empresa pretende investir fortemente neste tipo de pedido. Resta saber, também, se o aviso continuará aparecendo somente aos usuários da dupla Chrome + AdBlock ou se será estendido aos usuários de outros navegadores.

17 COMENTÁRIOS

  1. Honestamente, acho que o cara que trabalha com Marketing Digital e bloqueia os anúncios do Google é, no mínimo, um completo IMBECIL. Se eles não conseguirem rentabilizar com os anúncios, TUDO que usamos hoje na internet voltará a ser pago, assim como era na década de 90, e TODO MUNDO vai sofrer as consequências dessas atitudes egoístas e cretinas…

    • Tudo tem limite. Tenho conta no Google AdSense, exibo nos meus sites e uso o AdBlock para bloquear comerciais do Youtube. Ok… E como o Google vai lucrar sem exibir comerciais no Youtube? Exibindo anúncios em textos e imagem como havia fazendo antes e até continua.  Anúncios em excesso polui o site. Sem excesso, dá vida ao site.

  2. Simples, se removessem todos os ads do youtube (aqueles que interferem diretamente no vídeo) eu deixaria de usar.

  3. Tuitei para o GoogleDiscovery ONTEM a captura de tela do Firefox + AdBlock Plus com o mesmo aviso:

  4. Se alguém quiser o link para o filtro e/ou a lista de sites que o Google quer que ajam propagandas, aqui está o link: https://www.google.com/ad/filter/google-abp.txt

  5. Propaganda é algo tão chato pra mim quando clico pra comentar aquijá estou acostumado em apertar Ctrl + U e depois clicar no último link que aparece no código, só para pular os 15 segundos.
    No caso da Google eu bloquearia a mensagem. Aliás, muitos AdBlocks já oferecem a opção de não bloquear anúncios da Google, e em alguns essa opção é padrão.
    Não estou acostumado em ver anúncios, quando fico sem o adblock por alguma razão eu olho a internet como se o adblock fosse uma censura contra uma parte ruim da internet.Fico até pensando como seria se fosse possível fazer isso na vida real. Na televisão só dar pause, ler os e-mails e depois apertar FF até depois dos comerciais, outdoors e banners não são assim.

  6. Sempre deixo meu adblock desativado no Google, afinal eles exibem apenas anúncios simples, sem atrapalhar a experiência do usuário.

  7. Isso é horrível e não adianta mais colocar adblock, eles colocam avisos e pedidos no lugar, os caras ganham milhões vendendo informações sobre o que a pessoa pesquisa na internet e ainda querem obrigar a assistir a comerciais no youtube….

Comente!