Google anuncia Blink, um novo motor de renderização para o Chrome

20
281

chromium-logo-novoO Google anunciou hoje que vai adotar um novo motor de renderização para seus navegadores do Chromium e Chrome, o Blink.

Blink é um novo mecanismo de renderização de código aberto baseado no WebKit. No curto prazo, Blink trará poucas mudanças para desenvolvedores web. A maior parte do trabalho inicial irá se concentrar em melhorias de arquitetura interna e uma simplificação do código”, anunciou Adam Barth, Engenheiro de Software.


Com o Blink, o Google começa a trabalhar de forma separada da Apple e outros contribuidores. O buscador procurou alertar para possíveis problemas de compatibilidade e padrões.

“Esta não foi uma decisão fácil. Sabemos que a introdução de um novo mecanismo de renderização pode ter implicações significativas para a web”, diz Barth ao lembrar que múltiplos navegadores e motores trazem benefícios para toda a internet.

Atualização: A Opera também anunciou que irá adotar o Blink em seus navegadores.

20 COMENTÁRIOS

  1. Espero que eles não queiram lançar nada antes do tempo para começar a ter erros horríveis.

    • @_marciomarcal cara, é óbvio que você não vai ter que refazer sites, eles testam antes de lançar as coisas, e a tendência, não é a tecnologia “abaixar”, como você tivesse que dar um passo atrás…

      • @Gabriel Carvalho  o que ele quer dizer é esse novo motor usar “tags” CSS diferentes, com prefixos diferentes por exemplo, e precisar adicionar elas para que funcione corretamente no navegador, como ocorre com -moz, -webkit, e outras.

  2. Compreensível para Engenheiros de Software. Não é nada que obrigue a refazer sites.

  3. múltiplos navegadores e motores trazem benefícios para toda a internet? 
    Na onde ? já não basta a merlim que é  o problema de vários SOs? O que vcs querem, que bancos só abram sites no IE novamente, isso são os benefícios?  Concorrência é boa, ok, 2 ou 3 ok, mas  múltiplos navegadores?  Ta de brincadeira neh…

  4. É claro que eles, assim como toda e qualquer companhia estão sujeitas a fazer coisas que não darão certa, assim como já fizeram coisas que não vingaram.
     
    Mas pensa bem, os caras estão no topo da tecnologia, só tem os melhores profissionais lá dentro, não só lá, mas em toda empresa de tecnologia de ponta do mundo. São caras com pós-doutorados, excelentes no que fazem, as melhores cabeças reunidas.
     
    Então penso que temos que esperar pra ver, mas é de se esperar que seja algo melhor, até porque a Opera também adotou o padrão, é um indício de que tende a ser algo no mínimo bom.

  5. Pelo que entendi, a Opera não anunciou coisa alguma. O link que consta aqui é um “personal post”, não é a empresa falando.  Seria melhor trocar esta frase para algo mais próximo do que aconteceu de verdade.

    • Aqui tem algo que dá a entender que de fato a Opera disse isso: http://techcrunch.com/2013/04/03/google-forks-webkit-and-launches-blink-its-own-rendering-engine-that-will-soon-power-chrome-and-chromeos/

  6. Sei não viu, primeiro o Google consegue meio que dominar o mercado de navegadores com o Chrome e aí decide quebrar certos padrões mudando o seu motor. Me corrijam se estiver equivocado mas não era isso que a Microsoft fazia com as versões antigas do Internet Explorer meio que obrigando todo mundo a seguir o seu padrão, quebrando o da concorrência e assim meio que obrigando indiretamente todo mundo a ter que usar ele para navegar “certo” na internet?Sei não viu, tomara que tudo dê certo. =|

Comente!