Steve Jobs alertou Larry Page sobre o futuro do Google

A biografia autorizada de Steve Jobs, que traz revelações e críticas do ex-CEO da Apple contra o Google e a plataforma Android, também conta uma história que pode ser a explicação para a reforma drástica que Larry Page vem fazendo em sua empresa.

De acordo com a Business Week – que obteve acesso antecipado ao conteúdo do livro – Steve Jobs teria se encontrado com o co-fundador do Google para avisar que a gigante de Mountain View estaria em rota de colisão para se transformar em uma nova Microsoft.


“Descubra o que o Google quer ser quando crescer. Quais são os cinco produtos que você deseja focar? Livre-se do resto, porque eles estão arrastando você para baixo. Eles estão transformando você na Microsoft” disse Jobs em uma reunião Larry Page em sua sala de estar.

Embora tenha tido em sua vida uma visão bem crítica de seus concorrentes, Jobs, por algumas vezes, tentou passar mensagens e conselhos aos principais executivos da tecnologia, incluindo também Mark Zuckerberg, CEO do Facebook.

3 comments
  1. “Descobra o que o Google quer ser quando crescer. Quais são os cinco produtos que você deseja focar? Livre-se do resto, porque eles estão arrastando você para baixo. Eles estão transformando você na Microsoft”

    Isso faz muito tempo?

  2. O Google já tem alguns produtos base mas tem outros que são derivados. Se só pensar em 5 produtos então seriam poucos.
    Passarei a enumerar:
    1. Google Search;
    2. Google Mail (Gmail);
    3. Google Plus (G+);
    4. Android;
    5. Blogger;
    6. YouTube;
    7. Orkut;
    8. Google Fotos;
    9. Google Maps;
    10: Google Analytics;
    11: Google Reader;
    12: Google Friend Connect.

    E ainda tem mais…

    Eu acho que a força do Google está na sua diversidade, apesar de pensar que alguns serviços do Google deveriam ser integrados no G+ tal como já acontece com o Google Fotos. Assim ficariam com uns 5 ou 6 produtos principais e os outros poderiam ser "aninhados" no G+. Seria excelente ver o Google Maps no G+ e também o YouTube deveria ser integrado ao G+ tornando as credenciais do G+ as credenciais do YouTube e as galerias dos vídeos criados – Google Vídeos – deveriam ser automaticamente associados ao G+ fazendo do YouTube apenas o portal de exibição e pesquisa.

    1. Concordo com vc.
      Acho que o que o Google tem que fazer (parece já estar fazendo) é atrelar todos os serviços aos G+, fazendo deles uma espécie de coadjuvantes na rede social.
      Seria como se colocassem o G+ para ser o grande portal, o centralizador/gerenciador de todos os demais serviços.
      Acho que, quando isso acontecer, não terá pra ninguém em termos de rede social.

You May Also Like