Google vai impedir falsificação de identidade no Google Profile

O Google anunciou que não vai permitir que os perfis do Google Profile sejam usados de qualquer forma, sem expressar a real identidade do usuário.

Quem não respeitar as regras, o perfil poderá ser suspenso ou excluído, e produtos como Buzz e Google+ não funcionarão mais.


“Você terá a certeza de que está se conectando com a pessoa certa e os outros terão a segurança de saber que há alguém real atrás do perfil que estão vendo. Por esta razão, os Perfis do Google exigem que você use o nome pelo qual normalmente é chamado”, menciona a empresa de internet.

A gigante de Mountain View alerta que além do nome real, os usuários deverão evitar qualquer uso de caracteres incomuns, também não será permitido o famoso perfil de casais, sendo seu uso restrito a representar uma única pessoa.

No caso de falsificação de identidade, o perfil será excluído sem qualquer aviso prévio. O Google também incentiva os usuários a denunciar qualquer perfil que esteja irregular as regras do serviço.

Em relação a marcas de empresas, o Google recomenda que os profissionais esperem pelo lançamento de uma ferramenta especial que será integrada ao Google+. Até lá, as empresas que tentarem burlar as regras serão deletadas.

22 Replies to “Google vai impedir falsificação de identidade no Google Profile

    1. Apesar de eu nunca ter visto perfis de casais, fakes ou coisas do tipo, é normal eu ver bastante empresa com perfil de usuário ao invés de criar uma página.

      Isso que o Google está fazendo, apesar de "radical", é ótimo para a saúde da rede.

      Dou +1 pela ação. :P

      1. +2 :D
        Pô, é fod* você ver uma empresa te adicionar no Facebook, eu não aceito, e mando uma mensagem que seria melhor migrar pra uma página!
        E ainda bem que nesse G+ não vai ter caracteres emuxos como no orkut…

  1. Uhum, uhum, muito boa a iniciativa, mas como vão fazer esse tipo de controle? E como fica a questão das organizações, fã clubes, chapas e gestões essas coisas? Não é fake…

    1. então eu to nessa , pq gerencio uma comunidade de banda no orkut com milhares de membros , e o profile é sólido ! , espero que não entre nessa peneira .

      1. Eu acho que a melhor solução para todos esses casos (organizações, fã clubes, chapas, gestões etc.) é realmente uma página, e não um profile. Mas eu acredito também que, quando se muda uma regra, ou quando se coloca uma nova regra, deve-se dar a oportunidade para quem está irregular poder se regularizar. Então, quando o Google lançar no G+ algo parecido com a estrutura de página que existe no FB, o mais certo seria oferecer alguma forma de as pessoas migrarem os profiles "institucionais" para essa nova estrutura. E quando eu digo "parecido com a estrutura de página que existe no FB", espero que o Google não se limite a copiar, mas a melhorar essa estrutura, que eu acho bem pobre no caso do FB (principalmente no que diz respeito a forum de discussões).
        Então é isso. Aposto nesse G+. Que seja melhor que o FB.

  2. Essa é a melhor notícia de todos os tempos. :D

    Não vai acabar, mas com certeza diminuirá a bandalha que muitos praticam nas redes sociais.

  3. a isso é ótimo mas, fui recentemente fazer meu cadastro no Google+ e ele se auto bloqueou , mesmo colocando minha ideda de todos os meus perfis do google, alguêm pode me ajudar a desbloquea-lo ?

  4. Creio que qualquer medida que limite parcialmente a liberdade de participantes em uma rede social, é sempre polêmica.
    Não acho necessário obrigar a utilização de um sobrenome verdadeiro, pois as próprias pessoas podem mentir quanto a isso.

    Mas é válida a restrição a caracteres, números, acentos, pois fica mais organizado e evita confusões. Concordo 100% com esta parte. E também é viável a solução de preparar uma plataforma para empresas na nova rede social.

    Há de se tomar cuidado para o Google não passar a ser vista daqui alguns tempos, como exemplo de um gerenciamento desrespeitoso e confuso como Orkut e Facebook. O primeiro pela quantidade de perfis com caracteres, perfis falsos e tudo mais. E o segundo, por mudanças súbitas nas políticas de privacidade e uso.

  5. Acho que além do botão +1 o Google poderia implementar o -1 … tem gente que merece

  6. Que ridículo mesmo… meu perfil foi suspenso, sem mais nem menos e ja tem 2 dias e nada de resposta ou coisa alguma…
    Obrigado Google.

  7. Acho muito limitador para uma organização (seja uma empresa, banda musical, associação de moradores etc), ter que se restringir ao uso de páginas, pois as organizações são como as pessoas: trafegam e interagem, nos dias de hoje, com públicos e pessoas muito diferentes. Sob esse aspecto, o "Cercles" do G+ seria excelente também para empresas e outras instituições, pois necessitam se comunicar de um modo diferenciado com cada tipo específico de público-alvo. Vamos supor, uma fabricante de tênis (calçado) que possua uma linha de produtos bastante variados. Ela poderia inserir, nos Círculos do G+, pessoas que a adicionaram, conforme as características destas últimas. Poderiam assim, por exemplo, postar no Stream uma notícia sobre o lançamento de um novo modelo de tênis com um design mais ousado, para pessoas que as adicionaram e que tenham esse perfil. E evitando que pessoas que possuam um perfil mais conservador, se incomodem em ver essa postagem aparecer em seu Stream. O mesmo vale, para todo tipo de organização: bandas musicais, ONGs, instituições de ensino etc., também se relacionam com diferentes tipos de públicos.

  8. Fico com uma Duvida: Tenho Aproximadamente 6.610 resultados usando meu nick no próprio google. Ele se Tornou minha identidade na internet.
    Como é que eu fico?

Comente!