Chrome 14 vai bloquear javascript inseguros

A próxima geração do navegador Google Chrome vai adicionar uma nova camada de segurança que pode afetar uma grande variedade de sites. De acordo com o Google Operating System, ao visitar sites com certificado digital SSL (HTTPS) que utilizam scrips não encriptados, o Chrome poderá recusar o carregamento desses elementos.


“Tradicionalmente, os navegadores têm executado os scripts de forma mista, genuína ou não, e notificado que os usuários sobre o fato com um ícone de cadeado quebrado, uma caixa de diálogo ou um https:// em vermelho na barra de endereços (no caso do Google Chrome)”, explicou o Google.

“Google Chrome agora irá protege-lo, recusando executar qualquer script que não esteja sendo entregue em uma página segura por HTTPS. Você poderá ignorar a proteção e permitir sua execução, neste caso o Chrome irá atualizar a página e carregar o conteúdo inseguro”.

O Google alerta que a nova funcionalidade poderá causar erros na exibição das páginas, incluindo a interrupção de funcionalidades em formulários e outros sistemas.

7 Replies to “Chrome 14 vai bloquear javascript inseguros

  1. Until the people learn to quick click on "Load Anyway" button. As usual. Or someone create an extension to disable this behavior. What comes first?

    1. "Você poderá ignorar a proteção e permitir sua execução, neste caso o Chrome irá atualizar a página e carregar o conteúdo inseguro"

  2. Normal,apenas o navegador vai bloquear o javascript inseguro.Caso a pessoa queira ela vai poder carregar o site normalmente,assim como sites com malware que o navegador avisa e vc carrega ou nao se quiser.

  3. Excelente o recurso aumenta ainda a mais a segurança de navegação dos usuarios do chrome. O recurso permiti ignorar o aviso e carregar os elementos suspeitos de javascript então o usuario tem a liberdade de decidir.
    Então discordo do comentário idiota do Pedrosk…Não vai afetar site nenhum ,mas sim melhorar o poder de decisão do usuario e a segurança de sua navegação.

  4. O problema é que nem os sites do Google estão preparados pra essa extensão. O Youtube por exemplo mostra toda hora essa barrinha chata.

Comente!