O Google Docs já está virando GDrive? Acho que sim.

6
152

Nesta tarde, eu estava trabalhando em um documento no Google Docs quando, ao gravar definitivamente e retornar à página inicial, notei uma alteração no layout do sistema.

A primeira mudança, que notei, foi na apresentação dos documentos e pastas, além do surgimento de uma imagem do primeiro documento, logo à direita da página. Logo também vi que a colocação de cores está diferente, tanto nos títulos das pastas, quanto nos títulos dos documentos.


No entanto, estas não são, nem de longe, as maiores mudanças. Antes, a grande alteração do Docs está bem escondida. Em sua busca por simplicidade no design, a Google colocou uma barra de tarefas azul logo acima dos títulos dos documentos, com os menus “Documentos”, “Imagens e vídeos” e “Mais opções”.

Abrindo o menu “Documentos”, você encontra as opções “Todos os Documentos”, “Documentos de texto”, “Planilhas”, “Apresentações”, “Desenhos” e “Arquivos PDF”. Basta clicar em quaisquer dos links para o Docs classificar os seus documentos por tipo, ou optar por buscar todos eles.

Ao abrir o menu “Imagens e vídeos”, você poderá optar por buscar todas os arquivos do gênero no link “Imagens e vídeos” ou classificar por cada um dos tipos.

Em “Mais opções”, você encontrará as classificações de “Visibilidade” e “Propriedade”. Na primeira, dividida em “Público na Web”, “Pessoas com link”, “Privado” e “Não compartilhado” e na segunda, em “Pertencem a mim”, “Compartilhadas comigo”, “Fora de coleções” e “Abertos por mim”.

As pastas passaram a ter o nome de “Coleções”.

Todas estas mudanças são aparentes, mas o que realmente subjaz destas alterações é algo que nós aqui do Googlediscovery já havíamos previsto em janeiro de 2008. Desde então, isto vem se materializando aos poucos. Agora, com esta mudança, a Google classifica os diversos arquivos, apresentando-os de forma algo mais parecida como os serviços tradicionais de storage virtual, tais como o Windows Live Sky Drive e o ADrive.

A nota negativa é que nem todos os tipos de arquivos são ainda convenientemente classificados. Os exemplos são:

  • os arquivos cujo download não foi feito originalmente em formato de documento, planilha, desenho, formulário ou apresentação Google não possuem prioridade na apresentação da págima principal e você precisa buscar “Todos os itens”, “Classificar por última modificação”, para conseguir vê-los naquela página;
  • vários destes arquivos, tais como .mdb não são suportados pelo GDocs;
  • alguns formatos de vídeos também não são suportados; e
  • ainda não está sincronizado com os arquivos do Gmail, do Picasa Web e do YouTube.

Assim, ainda não é um sistema universal de guarda de arquivos, mas tudo indica que este é um caminho sem retorno.

Google Docs Novo

6 COMENTÁRIOS

  1. Google já tem um Gdrive, chama-se Google Storage for Developers (PREVIEW).

    E não tem nada que ver com o google docs. Exemplo os preços são diferentes do google docs, muito mais caros, igual que os preços do Amazon S3, etc..

  2. Essas modificações são muito bem vindas. O Google sempre inovando. Venho usando o Google Docs a algum tempo por diversos motivos dentre eles o fato de poder acessar em qualquer lugar a qualquer hora além de poder compartilhar com outras pessoas. Nada melhor do que ter tudo organizado nas suas devidas pastas e agora com um visual ainda mais amigável. Parabéns ao Google.

  3. Gostei bastante das melhorias, mas a pasta que sincronizava os favoritos do Chrome simplesmente desapareceu… =/

  4. Ainda não encontrei nenhum "cloud" drive melhor que o Dropbox. Extremamente simples, não precisa de nenhuma configuração. Instalável em múltiplos micros. ( http://db.tt/eOwhrdB ). Acho que o Google poderia comprar logo eles e já começar um ótimo produto já que estão com tanta grana sobrando em caixa.

Comente!