Google e Twitter criam serviço para ajudar na liberdade de informação no Egito

Durante todo o final de semana, um grupo de engenheiros do Google, Twitter e SayNow (adquirida semana passada pelo Google) trabalharam duro na construção de um serviço que permite, à população do Egito, enviar mensagens de voz para o Twitter.

Para fazer uso do serviço, que já está funcionando, o usuário deve ligar para um dos números internacionais do serviço ( +16504194196 | +390662207294 | +97316199855) e deixar uma mensagem de, no máximo, três minutos de duração. Todas as mensagens de voz serão twittadas pela conta @speak2tweet, e contarão com a hashtag #egypt. Elas também podem ser ouvidas através dos números acima.


“Esperamos que isso ajude de alguma forma as pessoas no Egito a se manterem ligadas neste momento muito difícil. Nossos pensamentos estão com todos lá”, disseram Ujjwal Singh, cofundador da SayNow, e Abdel Karim Mardini, gerente de produto do Google.

Uma das mensagens pode ser ouvida no player abaixo:

2 Replies to “Google e Twitter criam serviço para ajudar na liberdade de informação no Egito

  1. Sensacional! É uma vergonha para o mundo o que os governantes estão fazendo naquele país. Uma boa hora para os gigantes da tecnologia usarem seu poder para demonstrar solidariedade e humanidade. Parabéns às três empresas, e espero que sirva de exemplo para outras, inclusive as de telefonia e internet.

  2. Sensacional! É uma vergonha para o mundo o que os governantes estão fazendo naquele país. Uma boa hora para os gigantes da tecnologia usarem seu poder para demonstrar solidariedade e humanidade. Parabéns às três empresas, e espero que sirva de exemplo para que outras, inclusive as de telefonia e internet.

Comente!