Google planeja centro de inovação na Europa

O Google anunciou esta semana que está planejando abrir o seu primeiro centro de inovação na Europa. De acordo com a empresa, os novos escritórios serão voltados principalmente a formação e desenvolvimento de produtos.

Destacado como “pólo de inovação”, o espaço será inaugurado no próximo ano e terá a responsabilidade por fornecer formação e demonstrações de produtos para empresas e engenheiros com o intuito de promover a colaboração entre os funcionários do Google e os programadores locais.


A agência AFP informa que Londres será a primeira cidade a receber a novidade. Outras empresas de tecnologia como Intel, Cisco e Facebook também estão planejando construir projetos similares na região.

One Reply to “Google planeja centro de inovação na Europa

  1. Em 1995 eu visitei Paris e visitei um big Centro de Conveções chamado CNIT, fica no compexo arquitetênico La Defense. É um prédio enorme, vários andares, que possui representações de todos os centros tecnológicos do mundo e principalmente da área de tecnologia da informação e comunicação. Vc pode usar cartão de crédito, interage com uma tela onde estão descritos palestras, cursos, workshops, com tradução simultânea para cinco línguas. São disponibilizados treinamentos em todas as áreas e da área de informática é a mais rica. Treinamentos 7 dd por semana 24 hrs por dia, não fecha. Vc paga os treinamentos, marcando horário e dia, recebendo material e cartão de acesso eletrônico. Pois bem, precisamos de um centro desses em todas as capitais. Como? O Governo tem umdébito educacional enorme, as faculdades não conseguem formar mão-de-obra na velocidade em que o mercado exige principalmente no que se refere à tecnologia, as empresas precisam ter mão-de-obra mais especializada. Trazer um profissional de fora além de ter um custo altíssimo, com uma pessoa sem compromisso com o local, deixa sem possibilidades de melhoria a mão-=de-obra local. Enquanto não se quebrar essa corrente vai ser dificil incluir nossos profissionais no mercado. Então oq ue se pode fazer: unir o compromisso da nação com o seu povo, mais a incapacidade das universidades de sozinhas, cada uma por sí, de poderem se colocar a frente do mercado e mais o compromisso que as empresas devem ter com o povo do local em que se instalam, de fazerem um compromisso para o futuro agora. Criarem os três, juntos, os centros de convenção nas capitais, onde teremos salas de áudio-visual, dvd´s, mais mediadores para monitoramento das discussões, mais stand´s das próprias empresas, do governo e das faculdades, expondo suas idéias, programas/treinamentos e produtos;/serviços. Era o mínimo que poderíamos ter para nos colocarmos junto dos que já se encontram a frente. Vejam no post do meu blog: http://www.buscandonainternet.com/2008/05/i-have-

Comente!