Google Reader ganha exibição em tela cheia

Quem utiliza resoluções pequenas sabe como é ruim ler posts no Google Reader. No meu trabalho utilizo 1024×768 (a mesma resolução utilizada por 31% dos nossos leitores), e acho muito pouco agradável ler os posts diretamente no GReader. Sempre que possível, prefiro abri-los no navegador para poder desfrutar de toda a resolução.

O que me incomoda mais não é nem o topo do serviço, mas sim o menu lateral esquerdo, onde é exibida a listagem dos feeds assinados por mim, mesmo sabendo que ela pode ser ocultada manualmente (apenas clicando na linha que separa os sites dos posts).


Pensando em usuários chatos como eu, recentemente o Google adicionou, ao GReader, a possibilidade de se ocultar o topo e o menu lateral com o simples apertar da tecla F. Ele maximiza a listagens de posts, dando ao usuário uma área mais ampla para poder ler o conteúdo dos posts mais tranquilamente.

Mas você deve estar se perguntando: se eu estiver no modo de tela cheia e quiser ler os feeds de outro site, vou ter que voltar à exibição normal, selecionar o novo site, e só depois voltar à exibição em tela cheia? A resposta é: não!

Estando no modo de tela cheia, e apertando Shift + U, o Google Reader exibirá um menu flutuante, onde o usuário poderá alternar entre todos os feeds assinados. Assim que qualquer opção no menu flutuante for selecionada, ele automaticamente é ocultado. :)

Além disso, o Google adicionou, na página de Tendências do usuário, em Tendências de leitura, a opção Clicados. Assim o usuário poderá facilmente saber de quais fontes são os feeds mais clicados por ele.

Em um post anterior, o Renê levantou a hipótese de o Google Reader estar com seus dias contados. Tendo em vista as atualizações que o Google têm feito no serviço, acho muito pouco provável. Ao menos a médio prazo. E vocês, o que acham?

19 Replies to “Google Reader ganha exibição em tela cheia

  1. Ficou muito bom. Pequenas mudanças que fazem MUITA diferença. Não acredito também que o Greader vá "morrer". Leio sobre a pressão que twitter, facebook e a padronização de transferência de mensagens curtas e links está fazendo sobre o Google Reader, mas as trocas de links tem como fonte os blogs que são lidos, com mais eficácia, por plataformas como o Greader.

  2. Ja usava algo parecido usando a tecla de atalho U, que ocultava somente o menu lateral… e adicionava um botão de navegação, mas para mudar a pasta de leitura uso o atalho G + T, que abre uma tela para seleção das tags/pastas.

    Esse método novo é bom pra quem tem uma baixa resolução vertical. Legal!

  3. Muito boa essa nova configuração do GReader. Mais feliz ainda com a chance do serviço não sumir, gosto muito do GReader e não saberia qual outro problema utilizar se o GReader saisse de circulação.

  4. Muito boa essa novidade. Sempre achei muito chato ler posts no Reader quando usava meu notebook, que tem baixa resolução vertical, mas com essa novidade a leitura fica bem mais agradável.

  5. Essa novidade do Google Reader é mais eficaz que o modo tela cheia do Chrome.

    Mas você deve estar se perguntando: se eu estiver no modo de tela cheia do Google Chrome (F11) e quiser ler um site aberto em outra guia, vou ter que voltar à exibição normal, selecionar a guia desejada, e só depois voltar à exibição em tela cheia? Para o Google Chrome, a resposta infelizmente é: Sim!

    A não ser que você queria ficar teclando Ctrl+Tab até achar a guia desejada…

    1. Excelente comparação!

      Infelizmente a mudança entre guias com o Chrome em tela cheia não é interessante.

      Quem sabe, com essa novidade do GReader, a equipe do Chrome não pense em mudar isso, não é? :)

  6. Muito bom, eu chegava a botar em tela cheia, por que era muito chato ver videos e fotos por lá, agora é tudo mais fácil… :D
    OBS: Pra acessar os outros sites, não precisa apertar Shift + U. É só passar o mouse em cima, entre a barra do navegador e os feeds, aí abre uma barra e dá pra você acessar essas opções. :)

  7. GOOGLE READER RULES!!! Melhor leitor de notícias que existe… viciante! rs

  8. pois é… assim como todos, gostei tbem..
    tbem nao saberia qual leitor usar depois do GReader…

    agora, ficaria melhor se a largura da barra lateral dos "subscripts" pudesse ser dimensionada a nosso gosto, assim como funcionam as barras de tantos aplicativos na net… Tendo essa formatação aberta, e usando ele com tela cheia, poderiamos simplificar muito o trabalho de teclas…

  9. Eu me surpreendo quando vejo o Google melhorar o GReader. Cada vez utilizo menos ele, pois é possível ler o RSS com muitas apps dentro de outros lugares. Acho que essa é a tendência. O GReader é um aplicativo muito isolado e as pessoas querem convergência.

    Acho que o Google está muito mais inclinado a isso, o Buzz está aí para provar. A tendência é as pessoas migrarem para o Buzz ou para outra forma mais integrada de compartilhar informações na internet

  10. Se acabarem com o Greader nao vou ler nem metade do que leio atualmente. O twitter é dependende do que as outras pessoas postam. Grande maioria besteiras sem tamanho. O bloglines fechou, ok. Mas seria uma graaande perda com certeza, alem de ser sem sentido.

Comente!