Google Conversation Mode: nós previmos isto para você!

Em julho deste ano, quando questionávamos quais os caminhos, que seriam trilhados pela Google nos próximos 10 anos, dissemos que, a gigante das buscas está investindo muito em reconhecimento de fala, transformação de fala corrente em texto e tradução automática. Dissemos também que o objetivo maior seria o usuário falar em um celular em um idioma (exemplo: Português) com alguém que somente fala em outro idioma (ex: Japonês) e aquele interlocutor ouvir em seu próprio idioma. Da mesma forma, aquele interlocutor ser capaz de falar em Japonês e o primeiro ouvir em Português.

Hoje, na Alemanha, Eric Schmidt demonstrou este sistema, o Google Conversation Mode, ainda em fase de testes, que deverá ser lançado em alguns meses, para os telefones Android, o que significa que eu, que tenho um iPhone, continuarei, pelo menos por enquanto, sem o aplicativo. PROTESTO!


Parece que, inicialmente, haverá apenas o para Inglês-Alemão, ou, pelo menos, hoje somente foi mostrado este par de idiomas. No entanto, isto já pode ser considerado uma inovação gigantesca e parte do que serão os celulares do futuro.

Isto significa que podemos sonhar com um Google Docs com reconhecimento de fala corrente e sua transformação em texto para um horizonte de 3 a 5 anos.

Ah! Pedimos desculpas aos leitores pelo grande erro cometido no post de julho. Afinal, nós previmos que as funcionalidades do Google Conversation Mode somente viriam em 2020.

8 Replies to “Google Conversation Mode: nós previmos isto para você!

  1. Acho que não foi o GD que previu isso! O Schmidt já havia indicado que isso iria acontecer em Fevereiro, no Mobile Word Congress… vale lembrar…

  2. Sem dúvida um avanço enorme, permitirá uma melhor integração entre pessoas de diversas culturas que não possuem um amplo conhecimento de vários idiomas. Sobre a previsão para 2020, creio que seja difícil prever algo até mesmo para o ano que vem, nunca se sabe o quanto a tecnologia pode evoluir em meses… Quem dirá em 10 anos!

  3. João Henrique, você tem o link da notícia do Mobile Word Congress? Eu gostaria de ler. Confesso que, se cometi plágio, foi involuntário, porque havia pesquisado muito sobre tudo o que escrevi naquele "post", tanto em sites brasileiros, quanto no exterior, mas não encontrei qualquer referência a este possível sistema.
    De qualquer forma, não descarto esta possibilidade. Quero apenas poder ter acesso à fonte.

  4. ola

    Na minha opiniao,a google deve continuar sempre com novidades.

    Todavia, precisa focar e melhorar, para nao dizer torna-los referencia de uso, tipo o gdocs,picasa entre outros e dei-
    "
    xar de lado elefantes brancos como wave,buzz e talk.

    Alias quero focar meu comentario no gdocs. Está mais do que na hora da google maximizar o gdocs, que é bom –

    sou usuario e o considero minha suite de escritorio prioritaria – todavia pode ser um pouco mais aperfeiçoado e

    elevar o numero de recursos – tipo agregar mais itens aoi processador,planilha e slides, por um tocador de musica,

    um dispositivo de video, algo assim- Creio que o gdocs poderia ser incorporado ao gdocs algo como o zoho,think

    free,live documents(este diga-se de passagem consegue sintetizar o que é uma suite online, com o que tem de me-

    lhor do gdocs,ms office e mac. A google poderia, tipo o ulteo dotar o docs de algo tipo open office online ou inetword

    ou usar o padrao ibm note.

    Google – vamos transformar o gdocs numa suite de escritorio a ponto de ser uma referencia como o ms office e o

    open office!

  5. Uhhuu ai sim, mas, uma coisa. Nao acredito que quem postou essa materia logo aqui no GD usa um iOS e nao um Android…e ainda "protestar" pela Google so lancar pro seu proprio OS. Mas tudo bem, to feliz com meu Android e nao pretendo, ou melhor, nao vou trocar ele, ainda mais pela "maçã"….

Comente!