Discovery SEO: Crie seu sitemap

Ontem falamos sobre o rastreamento e indexação de páginas pelo Google e informamos que é possível ajudar o buscador nesse processo, usando o sitemap. Hoje vamos para a prática e criaremos o seu sitemap que será útil para:

  • Agilizar na localização e indexação de páginas novas ou as que têm poucos (ou nenhum) apontamentos de links
  • Ter certeza que o Google saberá da existência de todas páginas de seu site

Uma boa notícia é que você não precisa criar seu sitemap do zero. Existem geradores, inclusive recomendados pelo Google, que fazem esse trabalho duro em seu lugar. Para um site em PHP, por exemplo, você pode usar o XML-Sitemaps. Para blogs como wordpress, o Google indica plugins (ver no fim do post).


Faça seu sitemap

No XML-Sitemaps, você vai inserir a URL da página principal do seu site e clicar no botão “start”. Após alguns segundos, o sitemap para o site estará gerado. O XML-Sitemaps usa um padrão que é consenso do sitemaps.org. É importante saber disso, pois lá estão assossiados Google, Yahoo! e Bing. Isso torna o mesmo arquivo utilizável nos três buscadores.

Com o arquivo gerado, é preciso baixá-lo para seu computador clicando no link “Download un-compressed XML Sitemap”.

Este arquivo deverá ser colocado em seu servidor, na pasta raiz, onde está publicado o arquivo “index”.

Conheça a central do Webmaster

O sitemap está em seu devido lugar? Então agora vamos mostrá-lo ao Google. Usaremos ferramentas que são boas companheiras do praticante SEO; acesse a Central do Webmaster do Google. Lá, além de muitos recursos para melhorar o desempenho de seu site nas buscas, você encontrará valiosas dicas como usar todos esses recursos.

Após fazer login, clique em “adicionar um site”, e será necessário preencher o campo com o endereço do site que desejamos cadastrar (Exemplo: http://www.meusite.com.br). Após isso, o Google pedirá a escolha de um método de verificação, para comprovar se a pessoa que cadastra o site possui mesmo direitos administrativos desta página. Isso pode ser feito através de uma meta tag que deve ser colocada no código fonte do site em questão. Seguindo as instruções dadas pelo Google no momento do cadastro, a verificação será concluída e você já poderá enviar seu sitemap.

Nota: é possível fazer a verificação após o envio do sitemap, mas isso não é recomendado. Faça o procedimento indicado antes de mandar o mapa de seu site.

Mostre suas páginas ao Google

Agora que o site foi verificado, vamos mostrar para o Google onde se encontra o arquivo XML.

Na página inicial da Central do Webmaster, clicando sobre o site cadastrado, teremos a opção “Enviar Sitemap”. Um clique aí, e o Google pedirá o endereço do arquivo. Se você colocou o arquivo corretamente na raiz do servidor, o endereço será, por exemplo http://www.meusite.com.br/sitemap.xml .

Um último clique em “enviar” deixa tudo pronto.

Para WordPress

Para seu blog em WordPress o processo de envio é o mesmo. Mudará o método de criação desse arquivo, que pode ser feito com plugins. Um deles é o Google (XML) Sitemaps Generator for WordPress, que após instalado pedirá algumas configurações personalizadas (a seu critério) e também fará automaticamente o mapa de todas as páginas de seu blog.

Um detalhe importante: deverão ser criados em seu servidor, na pasta raiz, dois arquivos: “sitemap.xml” e “sitemap.xml.gz”. Os arquivos devem ter permissão CHMOD 777, para que seja possível serem modificados pelo plugin. Saiba mais sobre como aplicar o CHMOD 777 em arquivos.

Com o plugin configurado e os arquivos criados, mostre o sitemap.xml para o Google, como explicado anteriormente.

Se o Google ainda não conhece todas suas páginas, agora conhecerá!

3 Replies to “Discovery SEO: Crie seu sitemap

Comente!