Google TV: A internet na sua Televisão!

Não há como negar que a televisão é um dos meios de entretenimento e informação mais utilizados em todo o mundo. Aproximadamente 4 bilhões de pessoas possuem televisão e, nos Estados Unidos, a média de utilização diária do equipamento é de 5 horas.

Com a popularização da internet, passamos a nos informar e entreter mais através dos computadores e celulares. Afinal, trabalhamos ou lidamos com eles boa parte do dia. A principal razão para este fato é simples: a TV não possui internet.


Apesar de a internet nos permitir, de forma rápida e fácil, encontrar e acessar o conteúdo que nos interessa, ela ainda carece dos grandes recursos, além da experiência de alta qualidade de visualização que a TV oferece.

Então, por que não juntar a TV e internet e permitir, aos usuários, receber em seus televisores todos os canais e programas da TV, além dos sites que diariamente visita, incluindo seus vídeos favoritos, músicas e fotografias?

Em uma parceria inédita com Sony, Intel e Logitech, o Google anunciou, durante o evento Google I/O, a Google TV.

Baseada no Sistema Operacional Android, combinada ao navegador Google Chrome e o Adobe Flash Player 10.1, a Google TV permitirá uma fácil alternância entre os canais de TV e a internet, fazendo com que a TV que conhecemos hoje se expanda de dezenas de canais para milhões de fontes de entretenimento e informação, disponíveis em nossa sala de estar. Através do sistema PIP (Picture in Picture), o usuário também poderá conferir o desempenho de um time no campeonato, por exemplo, enquanto assiste ao jogo.

Com toda a internet na sua sala, a TV torna-se mais do que uma TV – pode ser um visualizador de fotos, um console de games, um leitor de músicas e muito mais“, disse o gerente de produto da Google TV, Salahuddin Choudhary.

Se preferir navegar em vez de fazer uma busca, você pode usar o seu guia de programação padrão, o DVR ou o a tela inicial do Google TV, que permite acesso rápido a seus conteúdos preferidos“, exemplificou Choudhary.

Podendo ser integrada em set-top boxes, tocadores Blu-ray e TVs, o hardware da Google TV também poderá ser integrado a equipamentos já existentes através das conexões HDMI, terá cesso à internet banda larga e um poderoso processador combinado a um chip para gráficos 3D e outro processador especializado para auxiliar a reprodução de vídeo em alta definição.

Contará, ainda, com teclado e mouse sem fio, além de poder ser controlada a partir de um smartphone Android, inclusive com comandos de voz.

Com o lançamento da Google TV, me faço duas perguntas:

  1. Por que o Google utilizou o Android, em vez de implementar o Google OS?
  2. Além de saber tudo o que faço na internet, a empresa saberá tudo o que vejo na TV. Como ela lidará com tais informações?

Só nos resta aguardar as cenas dos próximos capítulos…

Via: Google e IDG Now!

8 comments
  1. Sinceramente? Eu ainda não acredito nesse sucesso todo do Google TV. Posso estar errado, claro, mas… ainda não comprei o Buzz. Eu adoraria, sim, ter a TV da SONY que virá com o set-box incluso, que é uma coisa.

    Mas, não é simplesmente porque agora é o Google que está por trás da iniciativa que a coisa toda vai dar certo. Qual é a grande diferença da proposta de Mountain View para as milhares de opções que existem por aí? E eu não incluo a Apple TV nessa análise.

    Com diversas placas de vídeos (tanto em desktops e laptops) capazes de entregar a mesma experiência na tv, o que fará dessa vez mudar o cenário a favor deles? Videos? Nos Estados Unidos eles querem Hulu, e aqui a coisa não pegou ainda. Não vejo o Youtube ou qualquer outro serviço tomando o lugar das TVs por assinatura e todo fuzz em torno da TV Digital.

You May Also Like