On2 VP8: nesta semana poderemos ter codec novo na praça. E de graça.

Em 18/02/2010, depois de uma luta de 6 meses, a Google fechou a compra da On2 Technologies por USD$ 124,6 milhões. O principal produto desta empresa é o codec de vídeo VP8, que, segundo a On2, é bem mais leve que o H.264, este usado nos produtos Apple.

Depois de adquirir a empresa, nada foi falado oficialmente, mas a comunidade open source passou a defender que a Google abrisse o código do codec VP8.


E isso faz todo o sentido. Afinal, do que adiantaria comprar uma empresa tão cara, para apenas usar seu codec internamente, comprimindo os vídeos recebidos pelo YouTube? Sem dúvida que, em termos de economia de banda, armazenamento e processamento, já seria uma vantagem competitiva. No entanto, seria muito pouco, perto do que esta tecnologia poderia gerar para a gigante das buscas.

Muitos estão apostando que durante o evento Google I/O 2010, que será realizado nos dias 19 e 20 de maio (quarta e quinta-feira), em São Francisco, a Google poderá liberar o código do codec VP8 para a comunidade open source.

Eu vasculhei a agenda do evento e não encontrei aquela que poderia ser a palestra de doação do código. No entanto, como tudo ainda é especulação, pode estar escondida em alguma das sessões. Arrisco até a dizer que poderia ser em alguma daquelas que tratam de HTML5 (1, 2, 3, 4) porque o VP8, assim como o H.264, aderem bem a esta tecnologia.

Apelar de estar no campo da especulação, vale lembrar que este é o evento mais propício para a liberação de patentes para a comunidade de código aberto.

Ademais, vale lembrar que a Google apesar de ser a lider mundial de vídeo na Internet, não fornece aos seus consumidores um produto apto a codificar vídeos, a serem enviados ao YouTube ou a equipamentos eletrônicos fixos ou móveis. Trata-se de um produto, que falta no portfólio da empresa.

E como isso poderia ser feito?

Acredito que, além da liberação do código em si no Google Code, a Google poderá fornecer o seu próprio produto de decodificação de vídeo. Provavelmente, isto seria feito com a entrega de uma nova versão do Picasa, com funções de decodificação de todas as formas de vídeo (inclusive H.264) para VP8 e VP6. Seria a aposta mais óbvia, porque fazer decodificação me parece mais próprio no computador, por consumir muito processamento, banda e memória. No entanto, o produto poderia ser lançado no próprio YouTube ou no Picnik.

Se a Google liberar este código, veremos a sua entrada na disputa pela hegemonia do mercado dos codecs de vídeo, que tem as gigantes Apple e Microsoft à frente.

One Reply to “On2 VP8: nesta semana poderemos ter codec novo na praça. E de graça.

Comente!