Gmail aprimora segurança e verifica a localização dos acessos

Desde que comecei a colaborar no Fórum Oficial do Gmail, o assunto mais recorrente é o de contas comprometidas.

O comprometimento de uma conta ocorre quando um terceiro, sem autorização, passa a ter acesso ao login e senha de um outro usuário. Em posse de tais informações, o invasor passa a ter controle total da conta. Pode enviar e excluir mensagens, apagar contatos, alterar o e-mail secundário, a resposta secreta e, na pior das hipóteses, excluir a conta do usuário.


Sabendo da gravidade do problema, a segurança de nossas contas tem sido uma das prioridades do Google.

Em julho de 2008, a empresa adicionou um recurso, ao Gmail, que nos permitia verificar as cinco últimas conexões feitas na conta, com o tipo de acesso, IP e horário da conexão.

Mas, para muitos usuários, o recurso não ajudava muito. Afinal, muitos não sabem o que é IP e, desses, boa parte não sabe como verificar de onde é o IP. Assim, fica muito complicado saber se aquela conexão foi ou não feita por você.

Para facilitar a vida de todos, e, ao mesmo tempo, melhorar significativamente a segurança de nossas contas, o Google introduzindo um novo recurso para nos notificar quando detectar atividades suspeitas de login em nossa conta.

A partir de agora, além das informações padrões exibidas na tela de atividades, o Google adicionou o país e o estado de onde a conexão foi feita. Muito mais fácil para o usuário saber onde sua conta foi utilizada.

Além disso, uma análise em tempo real é feita em nossas conexões. Para exemplificar o novo recurso, a empresa deu o seguinte exemplo:

Imagine um usuário que sempre se conecta dos Estados Unidos. De uma hora para a outra, o sistema detecta uma conexão da Polônia. Imediatamente, o sistema lhe exibirá a seguinte mensagem: “Aviso: Nós acreditamos que sua conta foi acessado pela última vez a partir de Polônia”. Na frente, será exibida a opção de exibir detalhes ou ignorar o aviso.

Clicando em Exibir detalhes e preferências, a famosa janela de atividades da conta será exibida.

Se você acha que sua conta foi comprometida, você pode alterar sua senha a partir da mesma janela. Ou, se você sabe que o acesso era legítimo (por exemplo, você estava viajando, o seu marido / esposa que acessa a conta foi também viajar, etc), você pode clicar em “Ignorar” para remover a mensagem.

Tenham em mente que estas notificações são apenas para alertá-los de atividades suspeitas, mas não são um substituto para as melhores práticas em segurança de conta.

No início, a novidade estará disponível apenas para o Gmail. De acordo com o feedback dos usuários, ela pode ser implementada, também, no Google Apps.

Agradecimentos ao leitor Leonardo Nakahara pela dica!

8 Replies to “Gmail aprimora segurança e verifica a localização dos acessos

  1. ::: Uso o Gmail para centralizar todas as minhas contas. Sempre gostei muito dele, mas sua lentidão está cada vez maior. Não sei se é pela segurança, mas esse problema está ficando sério e chato…

  2. Acho o Gmail um lixo, assim como este serviço. Quem rouba dados trata logo de mudar a senha, e se não o fizer, como encontrar num Estado da Polônia, o ladrão?
    Google, procure manter o serviço estável em vez de criar frescurinhas inúteis.

  3. Olá, a partir de um mail localizado nos “sent items” e fornecendo todos os detalhes do mesmo é possível descobrir o IP ou identificação de onde foi re-encaminhado o mesmo?

  4. Olá, gostaria de saber se além dos acessos recentes há a possibilidade de ver os acessos mais antigos… basicamente queria saber se tem algum lugar opção para eu ver todos os registros de acesso que excedem os 10 mais recentes… dede já, obrigado!

  5. ontem configurei para a tal segurança em dois passos. O fato é que agora não consigo acessar meu outlook e tampouco a internet em meu celular, que esta vinculada ao gmail. Como faço? que faço?

Comente!