Liberada a versão final do Google Chrome 4.0

Pouco mais de quatro meses após o lançamento da versão 3.0, o Google liberou, para download, a versão final do Google Chrome 4.0.

Os dois maiores destaques da nova versão, em relação a 3.0, são o suporte padrão a extensões e a possibilidade de sincronizar os favoritos.


O suporte a extensões era o que faltava para muitos usuários fazerem do Chrome seu navegador padrão. Elas, que conquistaram os usuários do Firefox, agora podem ser encontradas às centenas (mais de 1.800, atualmente) no respositório oficial de extensões do Chrome.

Entre as extensões mais utilizadas, destacam-se:

  • Google Mail Checker: adiciona um ícone, ao lado da barra de endereços, que exibe quantas mensagens não lidas existem em sua caixa de entrada do Gmail (funciona, também, para o Google Apps);
  • IE Tab: permite a visualização de páginas, dentro de uma aba do Chrome, utilizando o Internet Explorer;
  • AdBlock: bloqueia anúncios exibidos nas páginas da internet;
  • Google Translate: disponibilizada pelo Google, permite a tradução de páginas inteiras para o idioma selecionado;
  • Chromed Bird: cliente do Twitter para o Chrome.

Antes de alguém jogue a primeira pedra, alegando que “é tudo cópia do Firefox“, não vejo nada mais óbvio que um desenvolvedor, vendo o sucesso de sua extensão em um popular browser, e tendo a oportuniade de adequala a um emergente navegador, o faça.

Além das extensões, o sincronizador de favoritos é o outro destaque da versão 4.0.

O sincronizador permite que você compartilhe, entre vários computadores, os mesmos favoritos. Se você utiliza o Chrome, por exemplo, no notebook e no computador da empresa, poderá mantê-los sincronizados o tempo todo. Adicionando um novo favorito no trabalho, ao ligar seu notebook, o favorito adicionado automaticamente será exibido. Isso significa que você não vai precisar recriar manualmente o favorito sempre que ligar os computadores. Os favoritos ficam armazenados em sua conta do Google.

Para os usuários que utilizam o Google Chrome no Linux, as extenções estão disponíveis somente na versão beta do navegador. Para os usuários Mac, por enquanto só resta aguardar. O Google promete, para breve, uma versão beta com suporte a extensões.

A versão 4.0 do Google Chrome pode ser baixada no site oficial do navegador.

15 Replies to “Liberada a versão final do Google Chrome 4.0

  1. Pergunta obvia: e a versão para mac??? Alguma previsão??

    E na versão para Windows : alguma precisão de autenticação integrada como é no IE?

  2. Alguém sabe o nome dessa extensão instalada no Chrome dos prints? Essa que parece mostrar o número de feeds não lidos… no primeiro print tem 457, e no segundo tem 514.

    Valeuuu!

  3. sincronizar favoritos? e os favoritos do Google Bookmarks?
    O Google é genial, mas vive fazendo produtos canibais…

  4. Valeu Ricardo Fraga… então não me serve, pois tenho um blog interno aqui na empresa que queria ser alertado de novos posts pelo Chrome.. e nao posso inserir ele no meu Google Reader. Vlw.

  5. Muito interessante!

    Só fico com uma dúvida!
    Já fiz o download da nova versão pelo site oficial e mesmo assim quando vou tentar baixar uma extensão ele me avisa que minha versão do Chrome não é compatível!!

    Será que alguém poderia me dar uma luz?

  6. As extensões do Chrome estão mais para userscripts turbinados, mas para a maioria dos users creio que está bom.

  7. Para mim só o que faltava era o sincronismo dos favoritos. Eu usava a extensão GMarks no Firefox. Agora migrei de vez para o Chrome!

  8. Epa, corrige ‘extenções’ no último parágrafo ;D


    @saulo

    “E o sincronizador é copiado do Opera? ;)”

    (y) heauehuah
    mas cedo ou mais tarde seria tudo copiado msm

Comente!