Microsoft revela que falha no Internet Explorer ajudou a hackear o Google

6
46

De acordo com a Computer World, a Microsoft divulgou hoje um comunicado de segurança que alerta os usuários sobre uma vulnerabilidade crítica e não corrigida no Internet Explorer (IE), a empresa também reconheceu que a falha pode ter sido usada para abrir brechas de segurança em redes de várias empresas.

“Nós determinamos que o Internet Explorer foi um dos vetores utilizados em ataques direcionados e sofisticados contra o Google e, possivelmente, com outras redes corporativas”, disse Mike Reavey, diretor da Microsoft Security Response Center em um post no blog da Technet.


A falha crítica de segurança pode ser encontrada em praticamente todas as versões do navegador Internet Explorer, incluindo a versão 6, 7 e 8, em ambientes do Windows 2000, XP, Server 2003, Vista, Server 2008, Windows 7 e Server 2008 R2, todas vulneráveis a ataques.

Agradecimentos ao leitor Gsctt pela dica!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorImagem da Semana: Google vs. China
Próximo artigoVersão personalizada do Chrome OS é lançada por hacker
é pós-graduado em Gestão da Comunicação em Mídias Digitais pela ESPM. Fundador da FragaNet Networks, empresa especializada em comunicação digital , cujo o portfólio estão projetos como: Google Discovery, Arquivo UFO e Muito Curioso. Foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

6 COMENTÁRIOS

  1. Mas é muito simples a solução: migrar para o Firefox ou para o Chrome, sinceramente não entendo o porque insistir em um navegador falido, inclusive a Microsoft vai descontinuá-lo, portanto, baixe um dos dois navegadores que citei e divirta-se..rsrs

    E outra: O IE é tão ruim que consegue ferrar a si mesmo e ao Google.

    OWNED.

Comente!