Taxa sobre o Google gera polêmica na França

Mais uma notícia estranha para o Google:

A França quer compensar a “indústria criativa” cobrando taxas sobre o lucro em anúncios de empresas como o Google. A alegação é que a indústria criativa sofreu consideravelmente com a revolução digital e as taxas recolhidas sobre a receita de publicidade do Google apoiariam o setor criativo daquele país.


Outros gigantes da internet como Microsoft, AOL, Yahoo e Facebook, também se enquadrariam nessa taxa.

Os favorecidos pelo tributo seriam principalmente jornais, portais de cultura e artistas na internet.

A comissão que cuida do assunto já entregou a proposta ao ministro da Cultura da França, Frederic Miterrand.

4 Replies to “Taxa sobre o Google gera polêmica na França

  1. Assim como na Revolução Industrial, os artesãos se tornaram obsoletos, nesta Revolução Digital, muitas empresas também o serão. Não adianta tentar salvar, já estão fadadas ao esquecimento.

  2. “A alegação é que a indústria criativa sofreu consideravelmente com a revolução digital e as taxas recolhidas sobre a receita de publicidade do Google apoiariam o setor criativo daquele país.”

    Qual setor especificamente? Só se for o pessoal que vende musica naqueles discos redondos de plástico. Por que de resto, nunca se viu tanta diversidade de informação em cultura em toda a história da humanidade.

    A interntet é anarquica, criativa e inovador.Meia dúzia de burocratas gordos e lerdos numa sala com ar condicinado, porém lotados de grana podem fazem todo o progresso de uma era ir por agua abaixo.

  3. Eu simplesmente deixaria de indexar todo o conteúdo da França por um dia para eles verem se rola. [2]

Comente!