O ano do Linux, de novo? Google Chrome OS vem aí

5
107

Todos os anos temos a promessa de que agora vai e nada. É uma grande sopa de letrinhas Ubuntu, Debian, Slackware, Red Hat, Fedora, Mandriva, X Y Z.

Chegando num ponto, em que cada distribuição tem sua própria forma de empacotamento e fazer um software pra linux se torna algo trabalhoso, porque você tem que empacotar em 700 formas diferentes (rpm, deb, etc)… (ou fazer em java :P … Mas isso fica pra uma próxima discussão).


Ou então você tem que disponibilizar o fonte para que os usuários compilem na mão, o que convenhamos é um saco e tem usuário que não sabe instalar na base do avançar, avançar, concluir… Quem dirá nos “./configure” da vida.

google-chrome-os

Agora temos um nome de peso, Google Chrome OS. Mas será que vai?

Quando o Linux entrou no mundo dos celulares, mais precisamente quando ele se popularizou (Motorola A1200), todo mundo queria ter um celular com Linux, mas e aí? Ele tinha Linux, mas não fazia nada, não era um smartphone e não era um telefone comum, simplesmente não vingou e quem comprou não teve vantagens que justificassem o valor pago na época.

Eis então que o Google lança seu poderoso Android (sua plataforma móvel baseada em Linux para celulares). Porém, nem tudo são flores nessa vida e em suas primeiras versões não se popularizou, mesmo tendo o nome do Google envolvido. As “grandes marcas” da área do celular vem olhando com bons olhos pra ele, mas ainda não chegou no primetime.

No desktop, isso vai dar confusão por parte dos xiitas, é uma grande confusão. É possível fazer tudo no Linux e em cada fórum você vê a mesma informação de uma forma diferente e pra uma distribuição também diferente. Os experts da área ficam dias montando tutoriais de como fazer e querem que pessoas normais sigam 300 passos só pra poder rodar o WoW com o fps lá embaixo.

A diferença é que agora o Google está na cena Linux. E seu foco (do Google) sempre foi a facilidade de uso. Tem também a intenção de levar tudo pra web (e vem fazendo isso já à alguns anos).

O Google pretende entrar no mercado de Netbooks, que são voltados totalmente para a web. Aí um nicho que o linux não soube explorar até hoje, talvez seja as aplicações nas nuvens onde independente da plataforma e da forma de empacotamento de seu sistema operacional, você só precisa de um browser e está tudo ao seu alcance.

Não são máquinas montadas em casa, então as grandes marcas podem adequar o software e o hardware para atender às suas necessidades, acabando assim com o grande problema dos drivers incompatíveis.

Então Microsoft/Mozilla estão de olhos bem abertos pra ver onde isso vai dar.

Nem tudo que o Google toca vira ouro. Agora é esperar pra ver se Google Chrome OS vai pegar.

5 COMENTÁRIOS

  1. O Google já está no mundo linux faz um tempo com o Android e, aliás, não é tão difícil assim empacotar os software e desenvolver para linux é mais simples do que para windows em minha opinião. Sistemas derivados do Unix estão por toda parte, Iphones, Macs, Smartphones, servidores e é essa capacidade de usos diversos e adaptabilidade que fazem a diferença…

  2. Primeiramente: Sopa de letrinhas é o caramba! O Linux já é e está sendo um sistema fácil de manusear, desde a Ubuntu 8.04, depois, o Feradora, Debian… o Google faz CERTO em apostar no Linux. Um bom exemplo de um site muito acessado e que apóia o Linux em seus servidores, é a Wikipedia. Então, para com essa história de “Sopa de letrinhas”, por que sistema que a cada versão fica mais dificil de manusear é o Windows!

  3. Concordo com o Henrique. Para instalar um aplicativo no Windows você precisa procurar o software na internet, fazer o download, depois executar o arquivo, responder um monte de perguntas (proximo) e enfim conseguir instalar o programa. No linux basta digitar: sudo apt-get install nome-do-programa no terminal(console) e pronto. Mas claro que pra um usuario que não sabe nem instalar um programa no Windows, falar pra ele “sudo apt-get” vira coisa de nerd. Além disso existem outras formas mais “fáceis” de se instalar um programa que o apt-get que são muito parecidas com os instaladores do Windows. Acho que o Google vai ser muito bem sucedido com essa iniciativa do Chrome OS. Eles tem dinheiro, excelentes engenheiros e fazem bons softwares, assim como o browser é fácil de usar por sua aparente simplicidade o mesmo deverá acontecer com o SO. Assim acredito que por ser do Google e pela simplicidade e facilidade muitos usuários aceitaram migrar para o sistema se tudo funcionar como esperado. É esperar pelos próximos meses pra ver qual vai ser a cara do sistema.

  4. Concordo com o Thiago! Acredito que o OS da Google será tao bom quanto os seus outros serviços. Nao sei se terá tantos adeptos assim pois a nossa colonizaçao Windows ainda é muito forte, porem eu dou valor a praticidade e agilidade e acho que esse será o ponto forte do Chrome OS.
    O fim de softwares como produto em pratileiras está proximo. Um dia desses eu vi numa loja o Winsows Vista por 800 e alguma coisa…preciso comentar???
    Enfim, cloud computing está se tornando cada vez mais forte e as empre$as que resistirem provavelmente ficarão para trás.

  5. Será que vai ser bom ? :D ?

    Qual será a intenção da Google com a criação desse sistema operacional ?

    Mas aposto que vai ser bom, igual aos outros serviços GOOGLE, concordo com o que o amigo acima disse.

    …E que venha o Google Chrome OS…

Comente!