Apple afirma que Google Voice interfere no iPhone

Em resposta as agências regulatórias norte-americanas, a Apple informou nesta segunda-feira que não aprovou o aplicativo do Google Voice por oferecer danos a experiência de usuário do iPhone, informa a Reuters.

A Apple informou à Federal Communication Commission (FCC) dos Estados Unidos, na sexta-feira, que o aplicativo do Google parece substituir por um sistema próprio a funcionalidade e interface básicas do iPhone para telefonia móvel, mensagens de texto e correio de voz.


“Ao contrário das informações publicadas, a Apple não rejeitou o aplicativo Google Voice e continua a estudá-lo”, disse Catherine Novelli, vice-presidente mundial de relações governamentais da Apple, em carta à FCC.

O aplicativo do Google, que entrou no mercado de comunicação sem fio com um sistema operacional para celulares chamado Android, é visto por alguns como ameaça competitiva aos serviços de voz oferecidos pelo iPhone.

Em uma carta direcionada para a Apple e AT&T no início de agosto, James Schlichting, funcionário da FCC, questionou as decisões que levaram a rejeição da aplicativo e informava a abertura de uma investigação pública de todas as descrições de comunicações que tinham relação com o serviço do Google.

Comente!