Presidente do Google era contra o desenvolvimento do Chrome; Android e Chrome OS podem se fundir no futuro

chrome-128Em entrevista ao jornal Wall Street Journal, Eric Schmidt, presidente-executivo do Google, disse que relutou por quase seis anos contra a ideia de desenvolver um navegador de internet e um sistema operacional, antes de sucumbir e aceitar o entusiasmo dos co-fundadores do Google, Sergey Brin e Larry Page.

“Naquele período, o Google era uma pequena companhia. Tínhamos passado por uma guerra de navegadores e não queria fazer aquilo novamente” disse Schmidt. Entretanto, sua ideia mudou após a contratação de alguns desenvolvedores do Firefox e a construção de uma demonstração do Chrome. “Foi tão bom que essencialmente me forçou a mudar de ideia” revelou o executivo.


“Atualmente sou um apoiador do Chrome e Chrome OS. Ambos os projetos são definidores em seus aspectos. Eles mudarão a maneira que você pensa sobre o seu computador” completou Schmidt.

Larry Page, que descreve o sistema operacional Chrome como uma espécie de anti-sistema operacional – que é basicamente indistinguível de um navegador. Netbooks com Chrome poderão carregar quase instantaneamente e armazenará os dados na Internet em vez de um disco rígido.

“Eu queria um sistema operacional que ficasse fora do caminho”, disse Larry Page. “Se você vive sua vida dentro do navegador talvez você não queira todas as coisas que vinham da geração do Eric” explicou Page colocando sua mão no ombro de Schmidt.

Microsoft

Ainda de acordo com o jornal, ambos os executivos tomaram cuidado em não colocar o Chrome OS como um competidor ao Windows, da Microsoft. “A Microsoft é bem-vinda para colocar o Internet Explorer em no nosso sistema operacional, mas é altamente improvável que iria fazê-lo devido as implicações da portabilidade” disse Schmidt.

Por sua natureza de código-aberto, o Google diz que não poderia vir a bloquear a Microsoft de participar do projeto. “É tudo aberto. Mesmo se tivéssemos um momento mal, não teríamos sucesso” disse Schmidt.

Android

Schmidt disse que há uma série de elementos comuns entre o Chrome e sistema operacional móvel do Google, Android. “Embora pareça que são dois projetos separados, há uma grande semelhança entre ambos”, disse o presidente-executivo do Google. “Eventualmente, eles podem se fundir e ficarem ainda mais próximos.”

4 Replies to “Presidente do Google era contra o desenvolvimento do Chrome; Android e Chrome OS podem se fundir no futuro

  1. Tolice do Eric Schmidt.
    Ainda bem que os fundadores do Google não tem a cabeça dele!

Comente!