Google pretendia comprar o jornal The New York Times

jornaisSegundo informações do Financial Times, a empresa Google decidiu por não seguir em frente com uma possível aquisição no segmento de organizações jornalísticas, sendo o The New York Times o maior alvo em potencial.

Ainda de acordo com a Reuters, o Google teria considerado a compra de uma publicação, mas não estaria mais inclinado a efetuar seus planos devido aos “alvos potenciais estarem muito caros ou com muitos compromissos”, disse Eric Schmidt, Presidente Executivo do Google, em entrevista concedida ao Financial Times.


A aquisição de um jornal seria improvável, disse Schmidt à edição online do jornal. “O Google evita ultrapassar o limite entre tecnologia e conteúdo”, acrescentou o presidente-executivo.

A ideia da especulação estaria na possibilidade do Google em se beneficiar da queda nas receitas publicitárias, o que teria tornado muitas das organizações jornalísticas enfraquecidas, um ótimo momento para aquisições.

6 Replies to “Google pretendia comprar o jornal The New York Times

  1. “Muito caros ou com muitos compromissos”? Que nada, eles entenderam que mídia impressa tem seus dias contados, o futuro é www.

  2. Mesmo que a midia impressa esteja com seus dias contados, NYT eh uma marca forte, com confianca e ja tem conteudo muito grande na web. É a marca preferida de milhoes de leitores e um dos jornais mais influentes do mundo, passa por um momento de crise, mas deve voltar a bombar as receitas quando a economia voltar as vacas gordas.
    O Google eh uma empresa de tecnologia, e nao conteudo…

  3. De certo eles dariam uma repaginada em alguns conceitos, mas com a crise atingindo outros setores além dos jornais… faz tempo que o Google interrompeu sua onda de aquisições.

Comente!