Gmail implementa multi-seleção e barras de progresso

4
103

O Google anunciou hoje duas novas melhorias no sistema de anexos do Gmail ao integrar a possibilidade de multi-seleção de arquivos e a visualização do upload através de barras de progresso, oferecendo um acompanhando visual muito semelhante ao sistema também adotado pelo Orkut.

Antes das mudanças, o usuários do Gmail tinham que esperar o upload sem qualquer notificação sobre status, o desaparecimento do campo de localização de arquivos era a indicação da possível finalização do upload. Uma melhoria incrivelmente simples e muito útil.


Multi-Seleção

multiselect

Barras de Progresso

progress_bars

Dica do leitor Ricardo Fraga.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorGoogle Accounts ganha novo layout
Próximo artigoBlogger Following é integrado ao Google Friend Connect
é pós-graduado em Gestão da Comunicação em Mídias Digitais pela ESPM. Fundador da FragaNet Networks, empresa especializada em comunicação digital , cujo o portfólio estão projetos como: Google Discovery, Arquivo UFO e Muito Curioso. Foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

4 COMENTÁRIOS

  1. Mais uma melhoria que seria bem-vinda…

    Hoje é possível selecionar um executável e, com a nova funcionalidade, fazer o upload dele. Porém, ao enviar, ele exibe a mensagem:
    Error
    arquivoX.exe is an executable file. For security reasons, Gmail does not allow you to send this type of file.

    Por que não nos impede de anexá-lo de uma vez?

    Outra coisa, quando adicionamos, por exemplo, 10 arquivos para envio e excluímos 2, esses 2 vão para a lixeira, em vez de simplesmente sumirem.

  2. Apesar de bem funcional, nao consegui colocar para funcionar com o plugin adblock do Firefox. O link para a janela de upload não se torna clicável e nao consigo anexar nenhum arquivo.

  3. Já testei e funciona tudo muito bem. Esta melhoria estava a fazer falta. Assim de repente penso numa outra melhoria que levaria o gmail ainda mais à frente: a confirmação de recepção de email enviado. Não sei porque não implementam esta funcionalidade. Haverá alguma impossibilidade tecnológica para tal não existir? Alguém sabe responder?

Comente!