Juiz dissolve processo contra o Google Street View

Em Abril de 2008, o serviço Google Street View foi acusado de invasão de privacidade ao registrar imagens em 360º de uma pequena estrada pavimentada particular na cidade americana de Pittsburgh.

“O carro estava em uma via pública que acabou virando uma estrada pavimentada em terreno privado, levando diretamente a garagem. Após chegar a residência, o carro do Google deu meia volta e continuou capturando as imagens”, publicou na época Felipe Hummel.


Segundo informações atuais da IDG Now, o Juiz Amy Reynolds Hay, do Distrito da Pennsylvania, concedeu ao Google a vitória na ação após os proprietários falharem na alegação contra a empresa de internet.

Aron e Christine Boring solicitavam indenizações compensatórias e punitivas, uma vez que o Google havia invadido suas privacidades, agido negligentemente, enriquecido injustamente e entrado em sua propriedade em Pittsburgh, que inclui uma estrada particular.

Embora o Google tenha removido as imagens em questão, o Juiz negou uma outra requisição feita pelo casal que visava impedir permanentemente que sua propriedade fosse exibida em fotos no Google Maps.

Comente!