Guerra Social no Second Life

israel_protest

Como reportou hoje a ValleyWag, o Second Life, plataforma de interação e bate-papo que transforma usuários em personagens 3D, ganhou na semana passada uma versão virtual da crise Israel – Faixa de Gaza, uma reprodução dos mesmos problemas sociais ocorridos na vida real.


Após invadir o cenário de Israel no Second Life, usuários palestinos e simpatizantes transformaram o metauniverso numa verdadeira guerra paralela aos eventos ocorridos. Com faixas e placas contra Israel, o comportamento dos integrantes também expressava violência.

“Era preciso tomar cuidado para não tirar pessoas que não tinham feito nada de errado. Foi preciso desativar por alguns momentos.” disse Odets, criadora do cenário de Israel.

Assim como também ocorreu em Novembro de 2008, quando ataque terrorista que atingiu a cidade de Mumbai, na Índia, as redes sociais tem funcionado com sucesso ao permitir que as pessoas possam se expressar e comunicar rapidamente.

Embora a atividade ocorrida no Second Life seja atípico, as informações postadas nas mais diversas mídias sociais costumam apresentar grande relevância, e em alguns casos, funcionam como guias para ajudar pessoas e equipes.

Comente!