John McCain e Barack Obama compram anúncios no Google

Diferente do Brasil, a campanha presidencial nos Estados Unidos tem sido amplamente democrática, aberta e com uso liberado da internet.


Além de vídeos já existentes no YouTube, os candidatos John McCain e Barack Obama começaram também a comprar anúncios no Google via programa AdWords, atraindo a atenção dos internautas em assuntos relacionados as suas propostas de governo.

Embora sejamos os pioneiros a usar urnas eletrônicas, a liberdade de expressão ainda é uma questão atrasada em nossa terrinha verde e amarelo. Infelizmente.

Via: Valleywag

4 Replies to “John McCain e Barack Obama compram anúncios no Google

  1. Uma verdadeira democracia às avessas, onde além das ridículas restrições à utilização da web, temos a obrigatoriedade do voto e da convocação gratuita de milhares de mesários e assistentes para manutenção dessa máquina hipócrita.

  2. Pois é… eu ainda não entendo de onde os que criam regras neste país tiraram essa idéia de proibir a publicidade eleitoral na internet!

    Não falam tanto em publicidade eleitoral?!

  3. Eu não sei como as pessoas no Brasil podem ser tão hipocritas a ponto de pensar que a regulamentação das campanhas eleitorais, não só na Internet, mas num todo é uma má Idéia. Sem isto o Orkut de todos, no Brasil 30% da população tem isto, seria invadido de mensagens politicas, seus emails receberiam mais spam do que nunca, sem falar nos gastos estratosfericos em produção e compra de anuncios, que iriam desembocar em que bolso? O nosso.

    A maior hipocrisia da humanidade é achar o sistema dos EUA democratico, MEU DEUS, o sistema deles de eleição é o mais falso do mundo, pode toda a população de um estado pequeno votar, enquanto apenas um vota no texas, que se só fossem esses dois estados o eleitor do texas teria escolhido o presidente. Cade a “democracia” nisso?

Comente!