Desmistificando a punição por conteúdo duplicado [guideline]

Se existe algo que deixa webmasters, editores e blogueiros nervosos está na possibilidade de punição em relação a conteúdo duplicado. Segundo o Google, essa “punição não existe”, embora certas atividades possam ser realmente consideradas como negativas.

Há algumas penalidades no que se refere a idéia de ter o mesmo conteúdo em outros sites, em casos onde a pessoa copia o conteúdo de outros sites e depois republica, ou quando ocorre a republicação sem qualquer valor adicional como <blockquote>, que alerta os sistemas de buscas sobre citação de um texto já existente.


Outras táticas que são claramente contra os termos do Google:

  • Não crie múltiplas páginas, subdomínios, ou domínios com conteúdos duplicados
  • Evite abordagens “cookie cutter” como programa de afiliados com pouco ou sem conteúdo original
  • Se você participa de um programa de afiliados, tenha certeza que seu site oferece valor aos usuários. Forneça conteúdo relevante e único que dê aos usuários uma razão para visitar seu site.

Em muitos casos um webmaster, editor ou blogueiro não tem influência sobre a atividade de terceiros que copiam e redistribuem o conteúdo sem o consentimento do autor. Neste caso, o Google sabe que a culpa não é do site original, o que significa que o conteúdo exibido em diversos sites não pode ser classificado como uma violação ou ser afetado por uma punição.

Ao ocorrer esse tipo de atividade, o robô indexador do Google procura localizar a fonte do conteúdo, resultando dessa forma em nenhum efeito negativo ao site original. Essa análise tanto pode ocorrer dentro de um único site como em sites com urls diferentes.

Via: Google Webmaster Central Blog

1 comment
  1. Bom saber disso. Tenho algusn colegas aqui da região que se não me engano estavam chateados por talvez serem punidos pelo google pq tiveram seu conteúdo sumariamente plagiado.
    Eu imaginei que o Google não seria tão burro assim ^_^

You May Also Like