Mozilla TraceMonkey quer melhorar a performance dos JavaScripts

A Fundação Mozilla quer tornar seus navegadores ainda mais rápidos com implantação de uma novidade que permitirá a execução de JavaScripts de forma nunca vista.

Chamada de TraceMonkey, essa nova tecnologia acrescentará uma compilação de código nativo no motor da Mozilla JavaScript que é mais conhecido entre os programadores como “SpiderMonkey”. Segundo o Vice-Presidente de engenharia da Mozilla, Mike Shaver, o TraceMonkey será baseado no projeto da Tamarin Tracing, que utilizará uma tecnologia doada pela Adobe a Fundação Mozilla no ano passado.


O objetivo do projeto TraceMonkey é tornar a performance dos JavaScripts tão rápido quanto um código nativo. A Apple, que também está trabalhando no mesmo sentido, apresentou recentemente um projeto semelhante chamado SquirrelFish, que possui as mesmas características do TraceMonkey.

Via: InternetNews

Comente!