Hoje é dia de balanço

Balanço

Hoje, depois do fechamento das bolsas americanas, a Google apresentará ao mercado o seu balanço do segundo trimestre de 2008.
Certamente, será um dos mais importantes balanços de sua história, até hoje, pelos seguintes motivos:


  1. a crise econômica norte-americana, que parecia estar acabando, se espalhou pelo mundo, em virtude da quebra, desde o início do ano, de 6 bancos (com a possibilidade de falência de outros e também de outras corporações globais, até do setor automotivo) e do chamado “terceiro choque do petróleo”;
  2. toda esta conjuntura negativa levou o mundo a uma rescessão com inflação (inclusive de alimentos), a chamada estagflação;
  3. neste quadro, toda a economia mundial está fragilizada e a Google não é exceção;
  4. para complicar mais, tem a guerra da Microsoft pela compra da Yahoo!, que ainda não acabou e que, tudo indica, terá uma batalha decisiva em 1º de agosto;
  5. certamente, a Microsoft não desistiu da Yahoo!;
  6. a Yahoo! voltou a falar com a AOL em uma fusão, o que agrada à Google;
  7. se isto a fusão acontecer, entretanto, pode acontecer outro problema para a Google, que é a tentativa da Microsoft de comprar a Yahoo/AOL, porque o que interessa à gigante do software é o sistema de pesquisas e não os demais serviços;
  8. é claro que uma fusão Yahoo/AOL dificulta uma compra por parte da MS, não tenham dúvidas e pode ser isso que a Google esteja tramando nos bastidores;
  9. então, o foco da Google deve permanecer em tentar barrar toda e qualquer possibilidade de compra da Yahoo;
  10. o balanço de hoje será o primeiro a refletir resultados da DoubleClick e espera-se um prejuizo, o que é natural em um momento de integração de grandes empresas; e
  11. será importante também porque dará o tamanho da Google em todo o mercado mundial e o peso da crise para a empresa fora dos EUA.


Diante de todos estes problemas, este balanço é importante porque poderá dizer se o acordo Google/Yahoo! permanecerá, ou se a Yahoo! será vendida à Microsoft ou unida à AOL.

E é bom que os lucros sejam elevados, porque, se a Microsoft conseguir comprar a Yahoo!, a Google terá que ir às compras. E ir com uma voracidade nunca antes conhecida. Disposta mesmo a abocanhar mercados onde ela perde feio, tais como:

O segundo semestre promete ser eletrizante.

You May Also Like