Visão da Microsoft para o Futuro da Saúde Pessoal

7
43


Vídeo-conceito produzido pela Microsoft Office Labs e exibido no evento MIX08 na semana passada nos Estados Unidos. Você acredita que o futuro poderá ser como no vídeo? Comente!

  • Felipe Hummel

    No mínimo curioso. E em algumas partes um pouco exagerado hehe

    Gostei da “Carteira virtual” com todos os cartões com touch screen e tudo mais.

    Aliás, touch screen nunca é demais (esse comercial que o diga) heheuhe

    Abraço!

  • Felipe

    Possível eu acredito que sim, agora apenas para uma pequena parte da sociedade conceteza os maisa ricos é claro…

  • Matheus

    pelo jeito a Microsoft pretende lançar algo para concorrer com o Google Health no futuro.

    =B

    Psicodélico véi!

  • Willian Max

    Matheus, na verdade a Microsoft e o Yahoo! já saíram na frente quando ao “Health”.
    https://health.live.com/default.aspx
    http://health.yahoo.com/
    http://health.msn.com/

    Abraços!

  • Roberto

    Bem para que esse futuro seja realidade o sistema operacional não poderá ser windows !!! iria travar toda hora.

  • Matheus

    =(
    Noobei legal achando que o Google seria pioneiro em algo tão… promissor.

    Valeu pela correção Willian, abrirei horizontes e serei um Projeto-de-Fanboy-do-Google melhor daqui em diante.

  • zummer

    Em relação ao video, pessoalmente a nível tecnologico as coisas estão bastante longe do que existe hoje em dia. Mas em termos de conceito pareceu-me bastante interessante. Acredito com os tempos algumas ideias possam aparecer outras nem por isso.

    A area da saude é uma area em grande desenvolvimento, eu proprio estou num software house dedicada ao “health care solutions” e dá ideia que existe muito por fazer e muito por explorar.

    Sinceramente Microsoft, Google, Yahoo podem ter muitos engenheiros, e dinheiro para investir, mas os profissionais de saude preferem empresas com experiencia e conhecimentos na area. Empresas como Siemens e HP já têm alguma experiencia, mesmo essas apresentam um produto, não digo que seja mau, mas está longe de poder ser enquadrado em qualquer pais e qualquer realidade.

    O que quero chamar a atenção é que um produto que seja bom no Brasil, em Portugal poderá não ser tão bom. Poque as realidade dos sistemas de saude são diferentes.