Onde foi que a Yahoo! errou?

2
143

Yahoo! logoMuitos culpam Terry Semmel pelo fato de não ter adquirido a Google, quando teve oportunidade de fazê-lo, por um preço módico. Mas este foi o erro, que permitiu a ascensão da Google e a perda de liderança da Yahoo?

Durante a bolha da Internet, quando a Google surgiu, a Yahoo! era a líder do mercado. Era focada em um grande portal, com notícias e diversos outros serviços. A partir disso, obtinha grandes ganhos publicitários. Era a Web 1.0. Ninguém questionava isso. Talvez nem a Google. As buscas eram marginais por que os motores não traziam resultados relevantes. Por esta razão, os grandes portais (Yahoo! incluído) terceirizavam este serviço. Quando surgiu a Google, com resultados mais relevantes, logo conquistou a conta da Yahoo. O curioso é que, durante muito tempo, esta conta foi fundamental para a existência da Google e acabou por fazer crescer aquela que é hoje a gigante de Mountain View.


Pela lógica daquele tempo, esta terceirização estava certa e a Google provavelmente somente se manteve unicamente como motor de buscas, porque não podia competir de outra forma. Daí ter aventado a possibilidade de ser vendida para a Yahoo! No entanto, o crescimento da Google mudou a Internet e os portais deixaram de ser importantes na conquista de verbas publicitárias e aí ficou difícil tanto para a Yahoo! quanto para a Microsoft, que não tinham motores confiáveis.

A Yahoo! adquiriu a Inktomi, mas não obteve bons resultados de buscas e, portanto, a compra da Overture não surtiu o resultado desejado no campo de conquista de clientes na área publicitária. Mais recentemente, construiu um motor tão bom quanto o da Google, mas o mercado já estava perdido.

Algo semelhante aconteceu com a Microsoft.

Assim, a Yahoo! não errou por não comprar a Google, mas por se focar nos portais. Entretanto, criticar hoje, quando já temos a total visão do quadro é muito fácil. Afinal, pelos dados daquele tempo, o foco nos portais e a manutenção das buscas como serviço marginal era sim a decisão correta.

Diante de um quadro semelhante, você tomaria uma decisão diferente?

Se você tivesse coragem contrariar toda a lógica vigente e vitoriosa, para virar a própria mesa e tomar uma decisão diversa, atire a primeira pedra.

2 COMENTÁRIOS

  1. É claramente visível que o Yahoo! não fez os investimentos necessários e deixou que os concorrentes pudessem apresentar um serviço equivalente ou até melhor.

    Agora, para combater essa falha, a Yahoo! poderá escolher entre ser adquirida e ter dnheiro em mãos para investimentos, ou voltar no tempo e refazer uma terceirização na área de buscas.

    Nas duas questões, a gigante Yahoo! perde sua soberania e independência.

  2. Concordo com tudo do post, o Yahoo! não “errou” exatamente, estava apenas seguindo o que era mais lucrativo para a época. Hoje na web 2.0 por exemplo, criar aplicações e serviços em Ajax é comum, mas isso pode mudar com o surgimento de uma coisa nova a qualquer momento.

Comente!