Extra, extra, extra: Microsoft oferece USD$ 44,6 bilhões pela Yahoo!

9
47

Micrisoft + Yahoo! X Google - Logo

A CNN, baseada no DowJones, acaba de noticiar que a Microsoft ofereceu a quantia de USD$ 44,6 bilhões pelo controle acionário da Yahoo!, sendo parte em dinheiro e parte em ações. Trata-se uma tentativa de barrar o crescimento da Google nos mercados de buscas e publicidade on-line.


Steve Ballmer, Presidente da Microsoft já apresentou a carta com a proposta formal e aguarda a resposta do Conselho de Administração da Yahoo. Se a notícia já vazou para a imprensa, a decisão não demorará a ser divulgada.

Poderá ser o negócio tecnológico do ano. Nós já o havíamos previsto aqui para você, no dia 21/01/2008.

Além do mais, se realmente acontecer, o que parece, iminente, gerará maior concorrência neste setor, o que será muito melhor para o mercado publicitário e também para nós consumidores de produtos de Internet, porque impedirá a Google de se tornar, organicamente, uma empresa detentora de monopólio.

Por incrível que possa parecer, parece-me que este negócio não viria a desagradar à Google, porque teria um argumento muito forte junto à União Européia para ver aprovada a sua união com a DoubleClick.

Update:

Notícia confirmada por

TechCrunch

Google Blogoscoped

GigaOm

Search Engine Watch Blog

Search Engene Journal

The Wall Street Journal

The New York Times

The Washington Post

IDG Now

InfoOnline

Globo.com – G1

AFP

Veja

Exame

Jornal de Negócios – Portugal

Tec Sapo – PT

Gazeta Mercantil

9 COMENTÁRIOS

  1. Eu vi essa notícia no site da globo e vim aqui correndo para saber se vocês já haviam publicado.

  2. MEU DEUSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

    O QUE VAI ACONTECER?????????

    NOSSA 44 BILHÕES…

    NOSSA O MUNDO DA TECNOLOGIA ESTÁ ANCIOSO…

    VAMOS VER..

    ESPERAR.. E MUITO!

  3. Vocês estão bons mesmo em prever as coisas ^^

    Tomara que se o Yahoo! aceitar, a Microsoft mantenha a qualidade dos produtos, especialmente do Yahoo! Mail e do Respostas

  4. Olha só como as coisas são: Tio Bill, digo, Tio Ballmer, fala: “Ô, quero comprar a Yahoo, mas…vocês não acham que tem muita gente?”

    Aí, demitem 1.000 funcionários e…A Microsoft compra!

    Que lindo, hã?

  5. O blog é excelente, leio todos os posts pelo feed mas deve vez errou feio. Está precisando de umas aulas de economia e perder um pouco a visão de curto prazo. Desde quando concentração de mercado é aumentar a concorrência? Vocês podem estar adorando o fato de se poder mais e melhores produtos no curto prazo, mas no médio e longo prazo isso pode ser falso, pois o gigantismo de uma empresa e seu alto market share podem causar entraves e malefícios à ela e à sociedade. Idéias inovadoras de outras pessoas e empresas terão dificuldades de ganhar algum espaço, pois essas empresas dificultarão.

  6. Tiago Paixão,
    Respeito a sua opinião. Gostaria apenas de argumentar que é muito comum em todos os setores da economia global grandes empresas se unirem, para aumentar a competição e isto beneficiar tanto estas empresas quanto aos próprios consumidores. Acontece até com empresas brasileiras (exemplos: Vale, Imbev, Petrobras, Banco do Brasil etc).
    Você me daria muito prazer, se lesse também o post, que acabei de editar
    http://googlediscovery.com/2008/02/01/microsyft-a-microsoft-mira-na-google-mas-nao-engole-mesmo-e-a-baidu/
    e também os seus links. Se os ler, verá que este mercado é muito mais complexo do que parece.
    Um grande abraço. Vou ler o seu blog também.

Comente!