Rumores do Gphone desenvolvido pelo Google e Dell podem ser falsos?

Segundo Mike Elgan, blogueiro da ComputerWorld, os novos rumores de um possível Gphone desenvolvido pelo Google e Dell podem ser falsos.

Para o blogueiro, a Dell não têm experiência no ramo de celulares e seus PDAs estão entre os menos vendidos. Outro motivo aparente estaria o foco errado em relação a plataforma Google Android, o que poderia encerrar as parcerias atuais do Google com outros fabricantes de celulares.


Ainda segundo o blogueiro, existem 4 fatores que devem ser analisados:

  1. Google historicamente não faz parceiras com as empresas para co-desenvolvimento de hardware.
  2. Se eles fizeram, a Dell seria o parceiro errado. PDAs da Dell possuem um pequeno mercado e a empresa não têm experiência no ramo de celular.
  3. Com o Android, o Google visa se posicionar como uma plataforma de telefone celular. Como parte deste posicionamento, tem se  alinhado aos gostos da HTC, LG, Motorola, Samsung e outros. Competir com esses parceiros não faria sentido para o Google, além destas empresas poderem oferecer um aparelho com mais probabilidade de sucesso em comparação com a Dell.
  4. A fonte mais provável desta notícia é que a Dell pode aderir à Open Handset Alliance e usar a plataforma Android em seus celulares(se forem lançados realmente).

Embora as últimas notícias sejam conflitantes, o Google pode estar preparando alguma novidade para o Congresso World Mobile que será realizado entre os dias 11 e 14 de Fevereiro, em Barcelona.

4 Replies to “Rumores do Gphone desenvolvido pelo Google e Dell podem ser falsos?

  1. bpovoa,

    Você está acompanhando o leilão! Que legal!

    Mas a interpretação correta parece não ser bem esta. Na rodada 16, cujo valor mínimo era 4,744 bilhões, não houve ofertas. Também não fizeram ofertas nas rodadas 14 e 15. Na rodada 17, cujo valor mínimo foi de USD$ 4,713 Bilhões, houve uma oferta. Agora, o FCC abriu a rodada 18, elevando o valor mínimo para USD$ 5,271 bilhões. Quando ela fechar, saberemos se houveram apostas.

    O que nos parece uma boa notícia é que, com a aposta no valor mínimo de USD$ 4,713 bilhões, já se teria atingido o valor mínimo da licença (4,3 bilhões). Assim, certamente, teríamos um vencedor, no final. Nós não sabemos ainda quem. Entretanto, parece que estaria garantida a existência de uma rede, que deveria funcionar com padrões abertos, porque este é o determinado no edital.

    Se ninguém ofertasse um mínimo de USD$ 4,3 bi, poderia ser feito outro edital, com outras regras e os padrões abertos poderiam ser esquecidos.

    Por favor, ajude-nos a acompanhar.

    Grato

  2. A pergunta que fica é: Se os rumores são falsos, por que o Google ainda não desmentiu a história?

Comente!