Google PageRank pode ajudar a identificar rotas de infecção


Um método utilizado pelo motor de buscas Google para classificar os resultados de pesquisa pode ajudar a reduzir a transmissão de infecções hospitalares adquiridos como o “superbug” MRSA, dizem pesquisadores.

Clive Beggs, um pesquisador da Universidade de Bradford, que estuda a prevenção e controle de infecções hospitalares adquiridos, afirma que o algoritmo do Google PageRank pode ajudar a identificar as principais rotas de infecção por transmissão e análise de dados de enfermarias. Com a ajuda do algoritmo seria possível tornar as medidas preventivas ainda mais precisas.


No que diz respeito ao mundo da web, PageRank classifica as páginas da web em termos de importância, analisando quantos links cada página troca entre si. Com base nesta informação, Simon Shepherd, colega de Clive Beggs, afirma que o algoritmo PageRank poderia ajudar a rankiar as rotas de infecção da mesma forma que classifica os resultados de pesquisa na web mundial.

“Nosso novo modelo de pesquisa baseia-se muito na forma como o Google tem conseguido o status de “número um” entre os motores de pesquisa. Quando o robô (do Google) vasculha a web, este constrói uma matriz de conectividade e ligações entre páginas”, acrescentou.

Fonte: IndiaTimes

3 Replies to “Google PageRank pode ajudar a identificar rotas de infecção

  1. A notícia não deixa de ser interessante, resta saber se o Google estará estará disposto a contribuir com a pesquisa, oferecendo todos os seus algorítmos. Caso positivo, a Empresa poderia colocar seu capital na bolsa de valores, eu seria o primeiro acionista, só para descobrir os segredos do Google.

  2. O algoritmo original do PageRank é disponivel pra qualquer um ver, e não é lá super legal pra melhorar a relevância numa máquina de busca.

    Além de que se você fosse acionista não significa que você teria acesso a essas coisas hehhehe

    Abraço!

Comente!