Você já ouviu falar em Femtocell?

11
808

Google Telecom Ubiquisis - logoEm tempos de gPhone, está na hora de falarmos de alta tecnologia em telecomunicações.

A tecnologia de comunicações sem fio tem evoluído a olhos vistos. Primeiro foi o celular, depois foi o Wi-Fi, seguido pelo Wi-Max e pelo celular de terceira geração (3G). Agora é a vez do Femtocell.


Você deve estar perguntando:

  • afinal, o que é Femtocell?
  • esta tecnologia vai substituir as demais?
  • e, principalmente, o que isto tem a ver com o Google?

Neste artigo, tentarei responder rapidamente a estas perguntas.

Em poucas palavras, Femtocell é uma tecnologia emergente (também conhecida por Access Point Base Station), (…) com baixos custos de implementação que permite que as ligações móveis em ambiente doméstico sejam direcionadas para redes mais amplas (como o DSL ou cabo), a partir do mesmo equipamento 3G. Em outras palavras, a tecnologia Femtocell foi concebida para unir a telefonia celular de banda larga (3G e superiores) à Internet de alta velocidade em rede fixa residencial. Para uma palavra mais técnica, indico a Wikipédia e um post assinado por Om Malik.

Esta tecnologia não busca substituir a telefonia celular 3G, Internet Wi-Fi, ou a Wi-Max. Em verdade, os dispositivos Femtocel tenderão a unir as tecnologias sem fio para a Web com a telefonia celular, criando uma convergência de banda larga, na qual, para o usuário doméstico e até o de pequenas corporações não será muito importante se ele está acessando a Internet via celular, cabo, DSL, Wi-Fi ou Wi-Max. Ele estará, sim, acessando a Web, navegando na Web e falando por telefone IP. E é isto o que, na verdade é importante para o usuário final, desde que os custos sejam módicos.

Por final, isto tem muito a ver com o Google. Isto porque, segundo Om Malik, a gigante de Mountain View está testando, em sua sede, uma rede baseada em Femtocell, na qual testa telefones celulares, que usam Android OS (Interessante, este gPhone não sai da minha cabeça!…..). Além disso, estaria investindo na Ubiquisys, fabricante de equipamentos Femtocell, e estaria discutindo a possibilidade de investir na Clearwire Corp, esta especialista em redes de banda larga para Internet.

E, somente para arrematar, não podemos nos esquecer que o Google entrará no leilão do governo norte-americano, em 24/01/2008, que venderá o espectro 700 Mhz, para telefonia e Internet 3G.

Quem sabe, não está surgindo no horizonte numa nova Internet, que seja a convergência entre redes fixas e móveis? O que você acha?

11 COMENTÁRIOS

  1. Sem dúvida esta tecnologia promete, já moro a 4 anos aqui no Japão, e após a crescente migração da tecnologia de comunicação para Femtocell senti-se uma queda brusca no uso de telefonia convencional e as operadoras podem oferecer aos seus clientes comunicações móveis com melhor qualidade, em ambiente doméstico e a custos mais baixos. Comunicação barata e com qualidade acima de tudo!

  2. eu estudo tecnologias de electrónica e telecomunicações,por isso sempre que navego por este site consigo evoluir em conhecimento desta area,e me torno um expert em tecnologias,quero muito que este site melhore bastante e ajude em termos de informação não só a min como tambem o mundo tecnologico.

  3. somente agora estou podendo ter acesso a wssw tipo de informação e digo logo que esse tpw d tecnologia vai vim acalhar e ficar

  4. […] termos práticos, a conexão vai ser feita por um retransmissor no avião (espécie de femtocell) que se conectará a redes por satélite. O sistema da OnAir, criado em conjunto com a Airbus, já […]

  5. quanas coisa boas chegam no brasil somente so ricos inlisidus consegui para se mesmo pois eu pago 19megas develocidades de banda larga da net e não recebo , quando eles fazem medições sempre chega a 8.7kbps

  6. espero que quando chegar aqui no brasil os presidentes das operadoras  não desfie os preços para que os pobres paguem para os ricos desfrutarem,eu tem chip das quadro operadora mais os sinais de cada uma são uma pior que as outrase se estiver nublado ai é que não temos sinais mesmo

Comente!