46% dos usuários de internet brasileiros acessam blogs

É isso aí. E esse número representa um total de aproximadamente 9 milhões de brasileiros que lêem blogs. A pesquisa, realizada pelo Ibope, revela que a maioria dos brasileiros usam redes sociais (Orkut e afins). Interessante, não?


O mais interessante ainda é notar o perfil do usuário de internet no país. No Brasil, as pessoas acessam blogs principalmente através de ferramentas de busca, procurando um tipo de “informação” em particular: piadas, pornografia, trabalhos de escola, baixar música, etc. Este é o usuário default, em sua maioria composta por paraquedistas, conhecidos dos blogueiros mais experimentados, e dos novos blogueiros que resolvem adentrar à atividade para ver se descolam umas verdinhas.

Se o perfil do usuário padrão brasileiros não parece estranho, ao menos aos nossos olhos, o perfil do usuário estrangeiro pode nos surpreender: lá fora, o que os navegantes buscam são assuntos mais relacionados a lazer, passatempos e hobbies.

Também é possível analisar o perfil do visitante de blogs em particular e do usuário de internet em geral através do Google Zeitgeist, que cataloga os dez termos mais buscados ao redor do mundo no Google. No Peru, por exemplo, termos como “empleos el comercio”, “modelo de curriculum” e “proyecto de vida” entre os dez primeiros podem dar uma dimensão – mesmo que pequena e superficial – do que anda ocorrendo por aquelas bandas.

[Visto no IDG Now!, via Interney]

One Reply to “46% dos usuários de internet brasileiros acessam blogs

  1. Não é por um acaso que a grande mídia chia contra os blogs. Eu assino feeds da Reuters para assuntos relacionados a tecnologia e internet e pronto, tenho tudo que acontece de novo a todo momento no mundo, mas quem discute isso não como notícia, mas sim como funciona são os blogs.
    O contato dos blogs com os usuários das tecnologias diversas é maior que o contato da grande mídia, que acaba por fazer uma cobertura muito superficial do que acontece, isso mesmo no jornal impresso, onde é visível uma dedicação maior ao fato coberto, mas em relação a tecnologia ainda deixa muito a desejar.

    Não sabia que a Fabiane Lima escrevia por aqui também! =)

Comente!