Google OpenSocial pode ser lançado nesta quinta

4
18

O novo projeto, chamado OpenSocial (as URLs serão publicados na quinta-feira), vai muito além daquilo que já foi anteriormente relatados. Trata-se de um conjunto comum de APIs que permitirão aos desenvolvedores criar aplicações que funcionem em qualquer redes sociais, que optarem por participar.

Quanto mais plataformas são lançadas, os desenvolvedores têm escolhas difíceis a fazer. Existem custos associados à manutenção e escrever aplicações para estas redes sociais.  A maior parte dos desenvolvedores irá escolher uma ou duas plataformas e ignorar o resto, com base em uma simples análise custo / benefício.


Google pretende criar uma maneira fácil para os desenvolvedores a criar um aplicativo que funciona em todas as redes sociais. E eles eles estarão no centro de controle da rede.

O que eles estão lançando

OpenSocial é um conjunto de três APIs comuns, definido pelo Google com a contribuição de parceiros, que permitem aos desenvolvedores de acesso às informações e funções principais das redes sociais:

  • Perfil da Informação (dados de usuários)
  • Informação sobre amigos (gráfico social)
  • Atividades (coisas que acontecem, Notícias, Feeds, tipos de coisas)

As redes sociais parceiras concordaram em aceitar as chamadas API com retorno adequado dos dados.  O Google não vai tentar fornecer uma cobertura com APIs universais em casos especiais de utilização, em vez disso terá como foco os usos mais comuns. Funções / dados especializados podem ser acessados a partir dos parceiros diretamente através dos seus próprios APIs.

Diferentemente do Facebook, a OpenSocial não tem sua própria linguagem de marcação (Facebook requer uso de FBML por razões de segurança, mas que também faz código ser inutilizável fora do Facebook). Em vez disso, desenvolvedores poderão utilizar Javascript e html normais (e pode incorporar elementos Flash).  O benefício da abordagem do Google é que os desenvolvedores podem usar muitos dos seus códigos atuais e precisará apenas ajusta-los para a OpenSocial, criando assim uma plataforma de desenvolvimento até mais fácil do que no Facebook.

Entre as redes sociais parceiras estão Orkut, Salesforce, LinkedIn, Ning, Hi5, Plaxo, Friendster, Viadeo e Oracle. Entre os desenvolvedores incluem Flixster, iLike, RockYou e Slide.

Leia mais: Google abre suas redes sociais aos desenvolvedores externos

Fonte: TechCrunch

COMPARTILHAR
Artigo anteriorAustrália aprova GoogleClick
Próximo artigoGoogle Discovery participa do Nokia Nseries Revolution
é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks - empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

4 COMENTÁRIOS

Comente!