Leilão do espectro de 700 MHz pode permitir o lançamento do GPhone

1
53

Nos últimos meses temos lido vários “posts” oficiais da Google em seu Google Public Police Blog, nos quais debatem as posições suas e de outras empresas não vinculadas ao mundo das telecomunicações (entre elas a Microsoft, a Intel, a Dell e a HP) no que tange aos padrões do próximo leilão do espectro de transmissão de telecomunicações de 700 MHz nos Estados Unidos. Este leilão é tão importante que poderá mudar para sempre a história das indústrias de Internet, telecom e televisão nos Estados Unidos e repercutir em todo o mundo. A Google está oferecendo até USD$ 4,6 Bilhões pelo direito de usar este espectro. As demais empresas interessadas provavelmente ofertarão valores aproximados.

E por que ela poderá mudar todas estas indústrias? Poderá mudar porque hoje as telecomunicações e, portanto, todo o tráfego da Internet estão nas mãos das empresas de telecom. Em outras palavras, os grandes buscadores, que são os maiores consumidores de banda estão nas mãos das corporações de telecom e essas estão ameaçando tornar mais lento o tráfego de quem não está pagando por isso (em suma, você usuário de buscas), o que representaria um verdadeiro terror para companhias como Google, Microsoft, Yahoo! e Ask. De outro lado, a TV e o rádio estão migrando para a grande rede e, cada vez mais, tende a exigir novos recursos de banda em poder dos grandes da Web. A migração da TV e do rádio para a Web não interessa às empresas tradicionais de mídia, que temem perder espectadores e, via de consequência, anunciantes e também das empresas de telecom, que temem ter que prover tráfego não remunerado.


É neste sentido que o consórcio liderado pela Google e pela Microsoft está pedindo ao Governo dos Estados Unidos a liberação, a partir de 2009, a liberação de espaços de TV não utilizados. Poderemos então esperar a TV/IP provida por estas empresas. Talvez isto ocorra antes.

Entretanto, o que se espera para o curto prazo, caso a Google consiga a concessão de exploração do espectro de 700 MHz, e que ela lance o tão esperado Google Phone. Afinal, com este recurso de banda larga, ela teria condições até de criar uma empresa de telefonia móvel. Eu diria até que a compra da Grand Central poderia estar incluída nesta estratégia.

Além disso, poderíamos esperar a Google provendo Internet movel IMAX gratuita em todo o território norte-americano. Vale dizer que a Microsoft também está nesta briga e, provavelmente, tem alguma estratégia parecida.

Pena que tudo isso esteja acontecendo apenas nos Estados Unidos e a história mostra que tenderá demorar cerca de 10 anos para chegar ao Brasil!

Atualização: Saímos na frente da Reuters! Somente agora a tarde(23/08) a empresa de notícias publicou uma matéria relacionada a este artigo do blog Google Discovery.

1 COMENTÁRIO

  1. PQP! Que maneiro, tv feita por quem já sabe vender para usuarios da net seria um inovacao incrivel. Essa tv aberta brasileira ta um coco… mas espera, quando isso vai chegar aqui. Nunca…

    Mas pelo menos posso comprar meu celGoogle ?

    []s
    Filipe ~ http://www.sopojo.com

Comente!