Meme: Os concorrentes do Google Discovery

Fui convidado recentemente pelo Jorge do blog “Direito e Trabalho” e pelo J. Noronha do “O Fim Da Várzea” a escrever sobre possíveis blogs concorrentes do Google Discovery na blogosfera brasileira.

Neste segmento de blogs tecnológicos, a concorrência entre os blogs parece existir e tem seus objetivos naturais: a melhor informação ao leitor. Abaixo estou listando os blogs que fazem concorrência com o Google Discovery! =)


Techbits: Excelente blog do Alexandre Fugita que foca na tecnologia em geral. Sua leitura é obrigatória para qualquer pessoa que necessite estar bem informada sobre a Web.

Meio Bit: O maior blog de tecnologia do Brasil. Não é preciso dizer nada adicional.

UnderGoogle: Agora a briga vai começar e não quero nem ver! Brincadeira! O blog do Nando e Bruno é muito bom e vale a pena acompanhar, talvez o maior “concorrente” do Google Discovery.

TNow: Um blog de tecnologia em geral. Muito bom para ficar ligado nas recentes novidades da web.

Além dos blogs acima, convido o Alexandre Inagaki, Dani Koetz, Ian do Enloucrescendo e o Luiz do Tarja Preta para continuarem com este meme na blogosfera. =)

2 Replies to “Meme: Os concorrentes do Google Discovery

  1. Com certeza a concorrência é algo bom para os leitoras e, certamente, para os editores dos blogs, que têm sempre um “incentivo a mais” para trabalhar duro e sempre melhorar seu conteúdo. É o tipo de relação em que todos ganham.

    Obrigado por nos citar, e parabéns pelo blog. A concorrência começa agora (brincadeira =) ).

    Abraços,

    Bruno Soares
    Editor UnderGoogle

    PS: acho que o comentário anterior saiu cortado, pode apagar se quiser.

  2. Olá Bruno, tudo bem?

    Valeu pela visita e comentário. Com certeza a concorrência natural é algo que precisamos manter e tê-la sempre para estarmos sempre em constante evolução, criando idéias novas, sempre tentando descobrir um novo destaque para atrair os leitores.

    Sem isso, passamos a ser monopólio e um grupo de leitores com uma única opinião.

    Abraços!

Deixe uma resposta para Renê Fraga Cancelar resposta