Yahoo! compra Right Media


Google comprou recentemente a empresa especializada em propaganda DoubleClick por $3.1 bilhões.  E agora o Yahoo! compra a Right Media, uma outra empresa especializada em propaganda, por $680 milhões.  Ambas as empresas tentam aumentar suas abordagens em propagandas online.

Agora Google  e Yahoo podem construir suas redes próprias de propagandas. Right Media é em parte muito parecida com a DoubleClick— um lugar para vender remanescentes propagandas e exibi-las em locais com custo baixo que não podem ser vendidos diretamente ou de outra forma.


Claro, neste ponto de trocas a neutralidade é o campo tradicional. Mas o Yahoo! deve mudar isso, pelo menos na percepção. Irá a Microsoft ou Google usar a Right Media agora que foi comprada pelo Yahoo?  Provavelmente não. Mas poderia o Yahoo ter comprado a Right Media se o não tivesse comprado a DoubleClick?  Provavelmente não.

Agora, qual será a empresa que a Microsoft vai comprar?

Fonte: business2

One Reply to “Yahoo! compra Right Media

  1. Quem deve estar rindo até o canto da boca é o pessoal da Google. Afinal, com a compra da RigtMedia pela Yahoo!, a acusação de monopólio feita pela Microsoft e pela própria Yahoo! perde força. Acho que agora são remotas as possibilidades de a Google perder esta batalha junto aos órgãos de defesa da concorrência. A Microsoft será obrigada a comprar a Aquantive pelo preço que os investidores pedirem. Vale lembrar que seu controle vale hoje na Nasdaq 2,46 Bilhões de Dólares Americanos, o que faz os USD$ 3,1 Bilhões pagos pela Google pela DoubleClic, uma empresa muito maior e mais firme no mercado mundial, uma verdadeira pechincha. Devemos considerar que dificilmente os investidores aceitarão apenas o valor de mercado das ações USK$ 2,46 Bilhões. Acho que a Microsoft deverá pagar algo em torno de USD$ 2,5 Bilhões ou levar uma empresa muito menor, se contentando em ficar pior posicionada no mercado.
    Com esta nova concentração do mercado publicitário, que agora se afigura, a Google parece ter novamente vencido mais uma batalha, que, à primeira vista, era uma aposta arriscada. Não bastasse isso, ela poderá se concentrar na luta pela aquisição de novas empresas (vejam que ela não tem adquirido mais nada), para incentivar a inovação na Internet.
    Mais que isso, poderá a Google buscar o foco, onde ela ainda á muito fraca: o mercado chinês, talvez até adquirindo a Baidu ou a Sohu.
    Abraços,
    Rômulo

Comente!