Cresce cerco a Steve Jobs, da Apple, por escândalo de ações

A Securities and Exchange Commission (SEC, a CVM norte-americana), deve acusar nesta semana a ex-advogada da Apple no escândalo que está sendo chamado de backdating, sobre a manipulação no valor das ações da fabricante de computadores e iPods, a Apple.

Nesta semana, o CEO e fundador da empresa, Steve Jobs, foi acusado pelo ex-diretor financeiro da empresa, Fred Anderson, de saber que ele e outros executivos prejudicariam as finanças da empresa quando exerceram opções de ações retroativas em 2001 (prática ilegal nos EUA).


Leia matéria completa no Estadão.

Comente!