Blog Página 706

Google Notebook ganha novas opções de exportação e edição

0

A equipe do Google Notebook informou hoje duas novidades no produto:

A primeira novidade é uma nova toolbar de edição. Embora todas as funcionalidades da versão anterior estejam presentes na nova, o Google adicionou o botão “rasurado”(strikethrough).


Apesar de não trazer realmente uma grande novidade, a toolbar de exportação agora permite exportar suas anotações de localizações para um mapa, formatar qualquer anotação como um documento, e/ou enviar suas anotações públicas para o Google Reader.

Google Discovery estará presente no fisl9.0 – 9º Fórum Internacional Software Livre

3

É com grande satisfação que anuncio que estaremos cobrindo nesta próxima semana(de 17 a 19 de abril) o evento fisl9.0 – 9º Fórum Internacional Software Livre em Porto Alegre.

Késsia Pinheiro, minha amiga de longa data, estará representando oficialmente o Google Discovery, além de trazer as mais importantes novidades e imagens desta nona edição do fisl. Entre as empresas que irão participar estão: Google, Yahoo!, Fundação Mozilla, UOL, Terra, Globo.com, Intel, Sun Microsystems, Telefônica e outras.

Você também estará no evento? Sua partipação poderá ser feita através de nosso formulário de contato.

Orkut otimiza interface para conexões lentas

9

Você ainda é usuário de conexão discada? Ou sua internet está apresentando algum problema de velocidade? Agora é possível otimizar as páginas do Orkut para uma navegação mais rápida.

Para modificar por padrão o tipo de interface a ser apresentada, acesse a área de configurações e localize a nova funcionalidade “pouca largura de banda”, você poderá selecionar entre dois tipos de páginas: “versão normal do Orkut” ou “exibir a versão de baixa largura de banda” que reduz o número de imagens presentes nas páginas do orkut.

Aqueles que estiverem navegando pelo Orkut, e por algum motivo a velocidade apresentar uma queda, o Orkut irá exibir uma mensagem no topo da página com a sugestão de otimizar as páginas do produto.

Executivos do Yahoo! querem a venda da empresa à Microsoft

1

O CEO do Yahoo!, Jerry Yang, organizou um almoço com executivos de alto nível para conversar à respeito do caso da venda ou união do Yahoo! à AOL. Um deles disse que a Microsoft não seria sua primeira escolha e a AOL sequer sua terceira. Outro executivo disse: “eu não posso acreditar que eles colocariam nossos incríveis ativos àqueles que nós não respeitamos realmente, em grande parte, e acho que está OK”.

A maioria deseja que apressem em vender o Yahoo! à Microsoft, e que é inevitável lidar com ela. Disseram ainda que estão cansados de todo o “barulho” causado por este assunto, e que a maioria só quer que algo seja feito pois é completamente distrativo para os funcionários e faz com que seja difícil administrar as grandes empresas que eles têm.

Fonte: Valleywag

GoogleCop flagra homem sendo preso pela polícia na Flórida

2


View Larger Map

Google Street View é fantástico para encontrar cenas inusitadas da vida humana!

Além de flagrar uma venda de drogas em pleno dia, exibir fotos sem permissão de uma área privada, agora é possível visualizar um homem sendo preso pela polícia na Flórida. E claro, toda a situação foi registrada pelos olhos mecânicos das câmeras do Google.

Google contrata Quattrone para aconselhamentos sobre Yahoo/Microsoft

0

Segundo informações do TechCrunch, Google contratou recentemente a Qatalyst Group com o objetivo de fornecer aconselhamento sobre a continuação da batalha entre a Microsoft e o Yahoo.

Qatalyst Group, liderado banqueiro Frank Quattrone de Silicon Valley, voltou a região tecnológica após passar anos no combate a obstrução e encargos da justiça.

Quattrone foi chefe de tecnologia da Credit Suisse e Morgan Stanley antes e durante o primeiro boom da internet e tinha na mão praticamente todos os grandes IPOs da internet durante a década de 1990, desde a Amazon até a Netscape. Notavelmente Quattrone foi um dos primeiros investidores a mostrar um interesse no Google.

Sendo ou não possível a possível fusão entre Yahoo! e Microsoft, o Google parece estar preocupado em relação a sua posição perante aos concorrentes.

Google Docs pode ganhar Gerenciador de Tarefas

0

null

Um leitor do blog TechCrunch reportou hoje o desaparecimento de um estranho post no blog oficial do Google Docs escrito por Andrew Cheng, Gerente de Marketing do Google.

No post, que aparentemente era uma lista de tarefas, trazia informações sobre um possível novo produto, mas logo após ser publicado foi deletado do blog e feed, o que está promovendo uma grande discussão em torno do assunto.

É possível que o Google esteja considerando o lançamento de um produto simples como Gerenciador de Tarefas como complemento da suíte de ferramentas online do Google Docs. No caso do desaparecimento do post, uma possível razão pode explicar o ocorrido: talvez o post tenha sido postado cedo demais, ou mesmo o produto não estivesse pronto para sua estréia.

Atualização 12/04: Segundo Andrew Cheng, em um novo post no blog oficial do Google Docs, afirmou que o assunto anterior foi deletado pois na verdade era sua “lista de tarefas” pessoal. Será verdade?

OpenSocial e seus Aplicativos Sociais

0

Criado pelo Google, a plataforma OpenSocial hoje engloba grandes empresas como Yahoo!MySpace e o próprio Google. Entre as novidades desta plataforma está a possibilidade de criar aplicações sociais que possam ser veiculadas em diversos sites e portais utilizando a mesma linguagem e formato, sem a necessidade de grandes alterações.

Orkut, o site de relacionamentos mais popular do Brasil, planeja em breve disponibilizar uma gama de aplicações sociais que permitirão aos seus usuários usuários interagirem, criando novas formas de comunicação e possibilitando a descoberta de novos amigos com gostos bem parecidos. Muitas empresas, visando adentrar ao perfil do usuário, já estão trabalhando para promover seus produtos através deste novo meio “viral” que deve ganhar forma na internet brasileira.

Outros portais como Facebook MySpace também possuem plataformas próprias, mas a diferença é que os desenvolvedores devem estar abertos a modificar suas aplicações para torna-las totalmente integradas aos mais diversos ambientes virtuais.

Resultados da Bolsa de Taiwan agora no Google Finance

0

Google Finance logoO serviço Google Finance adicionou ontem as listagens de ações e cotações da Bolsa de Valores de Taiwan. É mais uma que entra no índice. Antes já foram, além das Norte-Americanas, as do Canadá, Inglaterra, China, Austrália, Nova Zelândia e Itália. Se há outras, não me lembro.

Google Brasil, ainda estamos esperando a inclusão dos resultados da Bovespa.

Crise da Yahoo: jogo embolado. Qual será o resultado final?

2

Microhoo! logoParecia tudo certo: a Yahoo! não tinha mais opões e teria que aceitar a proposta de compra da Microsoft. Mas veio o fim de semana e tudo mudou com a carta que Steve Ballmer mandou para Jarry Yong. Neste mundo bilionário em dinheiro e egos inflados, ninguém gosta de ser encostado da parede. Deu chabu. Em represália, a Yahoo! decidiu experimentar por duas semanas os serviços AdSense e voltou a namorar sério com a AOL/Time Warner. Em resposta, a Microsoft começou a flertar com a News Corp./MySpace.

E a Google, só rindo lá em cima, no camarote…

Definitivamente, o jogo embolou. Agora, que o jogo parece estar no final, há várias possibilidades de resultado.

Tenha o resultado que tiver, parece que somente terá um vencedor: Google.

Vejamos as possíveis composições e as razões desta conclusão:

  • Microsoft compra Yahoo: dificilmente comprará pelo preço de USD$ 44,6 bilhões. Segundo a BusinnessWeek, esta brincadeira (fora a integração) não sairá por menos que USD$ 50 bilhões. Haverá muitos processos por formação de cartel e a possibilidade da Microsoft perder é real, talvez até na China, que poderá usar este caso como paradigma para a aplicação de sua nova lei e para demonstrar ao mundo, que está realmente inserida no mundo, como potência econômica global. Provavelmente, Jerry Yong não aceitará a proposta no prazo definido pela MS. Steve Ballmer terá então que recorrer a uma oferta hostil junto aos acionistas da Yahoo!, o que não poderá ser feito antes de 12 de julho, data da assembléia geral. Se aceita a proposta pela Assembléia Geral da Yahoo!, é que começará o prazo para os processos por formação de cartel. Coloque aí mais um ano. Aí, a crise norte-americana já terá passado e a Yahoo!, se não tiver naufragado durante o percurso, já não precisará mais se unir com ninguém. Se aprovada a compra, é que começará o processo de integração. Bote mais um ano aí. Depois disso, terá que fazer com que esta compra gere dinheiro (muito dinheiro), para compensar o negócio. Ufa!
  • Yahoo! se une à AOL: esta linha tem menos dinheiro envolvido, mas parece ser a que melhor é aceita pelo pessoal de SunnyVale, porque não é uma humilhante destruição da empresa, mas uma união com um grupo forte e que, provavelmente, manteria quase todos os serviços Yahoo. Em outras palavras, não seria a mesma Yahoo! de antes, mas ela continuaria a existir. Afinal, a AOL tem menos a oferecer em serviços e audiência que a Yahoo!, apesar de o grupo Time Warner ter muito dinheiro. Não acredito que houvesse discussão sobre formação de cartel, principalmente se a Google se desfizer de sua participação de 5% na AOL e não prestar serviços de busca ou AdSense para a nova Yahoo/AOL.
  • Microsoft se junta à News Corp./MySpace para comprar a Yahoo: esta negociação começou ontem e parece que ainda não chegaram a falar oficialmente com a Yahoo. O namoro é de gente grande. Afinal, a News Corp. é a maior rede de jornais e TV por satélite do mundo. Tem muita bala na agulha. Além do mais, daria a ambos uma enorme rede social. Os problemas de formação de cartel, no entanto, seriam muito maiores que se a compra fosse feita apenas pela MS. Há outros problemas, como o contrato de publicidade, que a Google tem com o MySpace (do qual está louca para se livrar, porque não dá lucro). A Google poderá exigir pesadas multas rescisórias, apenas para dificultar o negócio. Há também o problema Facebook. A MS poderia ser obrigada a vender a sua participação naquele site e ele poderia cair no colo da Google. Logo o Facebook, que toma tantos empregados da Google! Eu diria que esta possibilidade é difícil, mas não impossível e nem improvável.
  • News Corp./MySpace abandona a Microsoft no altar e se casa com a Yahoo ou com ela e a AOL: a negociação para esta união já esteve quente, mas depois foi para o Pólo Sul. Com o fato de a MS ter chamado o MySpace para, juntos, comprarem a Yahoo!, ao contrário do que você poderia estar pensando, passou a ser uma possibilidade remotíssima, ou seja, está apenas frio. Hoje tem menos chance que as uniões MS + Yahoo, AOL + Yahoo, MS + MySpace + Yahoo. No entanto, se fervesse nos próximos dias, eu acharia mais que natural. A Microsoft vai ter que saber negociar muito bem, para não passar para a opinião pública que se tornou o marido traído do ano. Para a Yahoo e para a AOL seria ótimo, porque teriam um sócio com muito dinheiro e com uma rede social muito poderosa. A meu ver, uma união entre Yahoo!, AOL e MySpace seria o que de melhor poderia acontecer para a concorrência na Internet.
  • Google compra a Yahoo: sem chance. Não aposte nenhuma de suas fichas. Quem perderá será você. A Google simplesmente não pode comprar a Yahoo!, para não formar cartel. Os órgãos reguladores proibiriam o negócio em, no máximo, 3 meses.
  • Yahoo!, se une ou não com AOL ou MySpace, mas, em qualquer caso, adota Google AdSense: esta possibilidade é real, mas encontraria a forte oposição da Microsoft e também do Congresso Norte-Americano, que já deram sinais de que não aceitariam uma concentração tão grande da publicidade na Internet. Pode dar tudo errado.
  • Yahoo! resiste às pressões de todos os lados e mantém-se independente de tudo e de todos: nos últimos meses, parecem haver poucas chances de isto ocorrer, mas, no quadro atual, eu não diria que isto é impossível.
Em quaisquer destas situações, em menor ou maior proporção, a Google hoje se mostra a vencedora, porque está conseguindo pelo menos atrasar e encarecer as pretensões da Microsoft de comprar a Yahoo! e, com isso, continuar tomando nacos de mercado da Internet, ao mesmo tempo que agora, via computação em nuvem, ataca também o segmento de mercado, onde a Microsoft domina, os aplicativos de produtividade. Não sei se continuará ganhando, mas este é o quadro atual.

Ah! Já ia me esquecendo: a Microsoft continua precisando desesperadamente comprar Yahoo!

Destaques

Doodle celebra o Aniversário de 18 anos do Google

O Google está exibindo hoje um doodle que celebra o 18º aniversário do maior mecanismo de pesquisa da internet. Por muitos anos, o buscador manteve...

Social

29,194FãsCurtir
32,780SeguidoresSeguir
35,525SeguidoresSeguir
493InscritosInscrever