ÚLTIMOS ARTIGOS

Google celebra proclamação da República da Turquia

Por em 29 de outubro de 2007 – 21:17


Google Turco está celebrando hoje a proclamação da República da Turquia com um Google Doodle especial.

“A República da Turquia, declarada em 29 de outubro de 1923, foi um dos Estados criados após a dissolução do Império Otomano.” Wikipédia

Comentários (0) Categorias: Google

Google Fight Spam mostra como funciona o Anti-Spam do Gmail

Por em 29 de outubro de 2007 – 9:20

Google lançou hoje um hotsite especial e um vídeo promocional que demonstra a capacidade de reconhecimento do sistema Anti-Spam de seu popular serviço de e-mail, o Gmail.

Segundo a empresa, os usuários do Gmail “ganham tempo” pois não precisam se preocupar com Spams em suas caixas de entradas pois a tecnologia presente no produto consegue identificar a maioria deles.
Segundo estatísticas da empresa, o numero de Spams tem aumentado cada vez mais mas devido a colaboração dos usuários em reporta-los, apenas 1% consegue chegar as suas caixas de entrada.

Veja abaixo o vídeo promocional do Google Fight Spam:

Comentários (0) Categorias: Google

Nova versão do Gmail será mais rápida

Por em 28 de outubro de 2007 – 17:04

Como já informado anteriormente pelo Google Discovery, o Google não chegou a anunciar muitas novidades no evento Analyst Day realizado no último dia 24 de outubro mas blog Google Operating System revelou hoje alguns detalhes da nova versão do Gmail que deve ser lançada em breve:

* mensagens pré-carregadas. Quando você carregar uma página que contém uma lista de mensagens, o Gmail irá pré-carrega-las para que você tenha acesso ao conteúdo dos e-mails instantaneamente. Google disse que o Gmail terá uma nova e completa arquitetura JavaScript que  permitirá uma melhora na performance do serviço.

* um novo gerenciador de contatos que será compartilhado com outros aplicativos do Google (Google Docs, Google Calendar etc.)

* funcionalidades integradas de outros produtos do Google (um exemplo de uma funcionalidade existente é o link “Abrir como um documento Google” localizados ao lado dos anexos de documentos Microsoft Office ).

Google não mencionou sobre qualquer mudança na interface do Gmail, mas uma recente descoberta mostra que o Google está preparando uma nova interface.

Google procura diretor do futuro Googleplex do Norte da Califórnia

Por em 28 de outubro de 2007 – 11:38

Googleplex Moutain Veiw

O respeitado Search Engine Journal publicou dia 26/10/2007, citando o blog de David Dalka, que a transcrição de um documento interno da Diretoria de Gestão de Imóveis e Locais de Trabalho, que é sediada em Mountain View, sugere a possível construção de um campus da Google no Norte do Estado da Califórnia.

Afinal, o documento cita HQ / NorCal (ou Headquarters – quartel general ou centro de comando principal de uma determinada organização) no norte da Califórnia.

O documento diz que é responsabilidade deste diretor de imóveis do HQ/NorCal cuidar de todos os aspectos relacionados ao imóvel e gestão dos trabalhos para os escritórios da Google localizados no norte da Califórnia.

Entre as competências, elenca:

  • supervisionar todos os aspectos das obras do novo edifício do Google no norte da Califórnia;
  • seleção, negociação e aquisição de área;
  • gestão total da obra;
  • cuidar dos orçamentos e de sua execução;
  • definir metas para os prestadores de serviços terceirizados e gerenciar seu cumprimento;
  • outros.

Eu tomei o cuidado de fazer uma pesquisa no Google e descobri que o profissional responsável por gerir a obra está sendo procurado. Se você tem o perfil exigido, pode candidatar-se.

Assim, tudo indica que não se trata de mais um boato envolvendo a grande empresa de Mountain View, mas sim uma realidade.

Tentei saber em qual cidade seria este novo campus, mas não descobri. Verifiquei no mapa e pude ver que há várias cidades, que podem se candidatar, entre elas:

  • Redding (a maior delas),
  • Eureka (litorânea),
  • Fortuna,
  • Crescent City,
  • Red Bluff,
  • Chico,
  • Susanville, ou
  • Alturas.

Google TV Ads tornará os comerciais de televisão mais relevantes

Por em 28 de outubro de 2007 – 0:16


Google, que domina o mercado de publicidade na internet, acredita que poderá fazer a mesma coisa na televisão com seu novo produto Google TV Ads.

A empresa anunciou recentemente uma parceria com a Nielsen Company, uma empresa-autoridade em mensuração de audiências, o que dará aos publicitários uma maior confiabilidade de como as pessoas estão visualizando comerciais em bases de segundo-a-segundo, e quem são estes consumidores.

O produto Google TV Ads está sendo apresentado em versão Beta mas convida os publicitários americanos a serem beta testers deste novo serviço.

Comentários (3) Categorias: Google

Google Analyst Day 2007: Fatos, Curiosidades e Rumores

Por em 27 de outubro de 2007 – 23:23

Algumas interessantes estatísticas e novidades sobre diferentes produtos do Google que foram destaques no Google Analyst Day 2007:

  • Uma nova versão do Gmail irá pré-carregar todos os e-mails, e assim permitirá ler seus e-mails instantaneamente. [Gmail Offline ?]
  • O tráfego do Google Docs dobrou com a funcionalidade de abrir anexos do Gmail diretamente no Google Docs.
  • A cada minuto, os usuários do YouTube enviam 8 horas de vídeo para o serviço.
  • iGoogle indexa 200,000 feeds e 20,000 gadgets.
  • Um novo recurso no Google Docs permitirá procurar e coletar informações diretamente de uma planilha.
  • YouTube Streams – basicamente você terá uma coleção de vídeos com um chat integrado; você também poderá procurar e adicionar vídeos ao tream. [Google querendo concorrer com o Meebo Rooms?]
Comentários (0) Categorias: Google

Blogger notifica novos comentários por e-mail

Por em 27 de outubro de 2007 – 22:58

Blogger implementou uma nova funcionalidade que permite aos leitores que adoram acompanhar discussões a serem notificados a cada novo comentário em um especifico post. Tudo que você precisa é ativar a opção “acompanhar comentários por e-mail“ que aparece na tela ao efetuar um comentário.


Para poder acompanhar por e-mail, você precisa obrigatoriamente postar um comentário usando sua  Google Account. O Google alerta que apenas irá enviar os comentários para os usuários que realmente confirmaram suas Google Account evitando desde modo que pessoas má intencionadas utilizem este recurso para enviar e-mails que você não solicitou.

O PageRank foi atualizado. Muitos cairam. O Google Discovery foi promovido.

Por em 27 de outubro de 2007 – 19:03

Na quinta-feira, o Renê Fraga publicou que o algoritmo do PageRank havia sido atualizado.

Hoje, o Googlified e o Blogoscoped disseram que o YouTube (ele mesmo) caiu de 8 para 3. E não foi o único. Afinal, o respeitado e ótimo Search Engine Journal caiu de 7 para 6. Grande surpresa mesmo.

O InovaVox, citado pelo UnderGoogle, publicou uma lista dos blogs brasileiros que subiram e caíram no PageRank. Para nossa alegria, o Google Discovery subiu de 4 para 5. O próprio InovaVox subiu de 3 para 4 e o UnderGoogle, de 4 para 5.

O Google Discovery, já havia comemorado em 1º de maio a sua promoção de 3 para 4. Estamos em festa, porque é você leitor o responsável por esta arrancada rápida deste blog. É a sua audiência, que garante uma promoção tão rápida, em menos de 7 meses.

Muito obrigado!

Continue nos prestigiando com suas visitas e comentários.

Seria o Gphone a arma letal a derrotar o buscador que é “evil” no Grande Império de Mao?

Por em 27 de outubro de 2007 – 12:48

Baidu - logoGPhone A INFO Online repercutiu ontem entrevista concedida por Kai-fu Lee, presidente da Google China.

Segundo a reportagem, na China, o Google encontrou um laboratório para testar o que julga ser o futuro da web: mobilidade.

Segundo ele, o grande desafio da Google na China é como atingir os novos internautas, que navegarão por celulares antes de possuirem computadores.

Isto está fazendo a empresa projetar produtos específicos para o mercado local e pode levar também à aquisição de muitas empresas naquele país.

A situação da China é realmente especial. Afinal, é um país em franco crescimento, com uma população de 1,3 bilhão de habitantes. Ninguém pode se esquecer dela, sob pena de não conseguir se recuperar depois.

O grande problema da Google naquele país é que ela enfrenta uma luta desigual com o site local Baidu.

A Google tem hoje 22,5% do mercado, enquanto a Baidu, 61,5%. Entretanto, não é este o problema principal. Como a Baidu se verga totalmente à censura oficial chinesa e a Google é o mais resistente dos buscadores a esta prática, a gigante americana sofre com lentidões e outras dificuldades (leia mais 1 e 2), que acabam por irritar o consumidor e o direcionam naturalmente para o buscador local, que não sofre as restrições, por se submeter integralmente às regras do governo da China.

Mas um novo e caro componente está entrando neste jogo: o dos dispositivos móveis. Com efeito, todos os buscadores foram feitos para a era das buscas por computadores. Entretanto, a era das buscas por computadores não acabará, mas está surgindo uma nova e que promete se tornar muito maior e mais rentável: a dos smartphones.

Vale dizer que este jogo, que aparentemente já está a pleno vapor, com aplicativos para dispositivos móveis sendo lançados todos os meses pela Google e também, em menor escala, por Microsoft, Yahoo! e pelas redes sociais, ainda nem começou. Este jogo somente vai começar no próximo ano e somente vai esquentar mesmo, em uma verdadeira batalha campal, entre 2009 e 2011, quando a maioria dos países em desenvolvimento estiverem com suas redes 3G a pleno vapor.

É nesse jogo que o gPhone assume o papel de principal artilheiro.

Não duvidem. A partir do segundo ou terceiro trimestres de 2008, a Google inundará países como China, Taiwan, Brasil, Índia, Tailândia, Vietnam, Rússia, África do Sul, Angola, Moçambique, México, Costa Rica, Argentina e outros do terceiro mundo ou em desenvolvimento, além o primeiro mundo, é claro.

Isto mudará todo o jogo, porque a Baidu não está devidamente preparada para enfrentar o gPhone, mesmo que ele venha a ser apenas um sistema operacional, o que eu não acredito e tenho dito aqui, baseado em muitas fontes confiáveis e muito menos se for, como acredito, um smartphone. Além do mais, a Baidu, uma empresa, que vale apenas USD$ 12 bilhões, não teria suporte financeiro para lançar o seu próprio smartphone, um Baidu Phone apto a vencer o gPhone.

Com efeito, milhões e milhões de jovens chineses, que ainda não possuem computadores e ainda não usaram os serviços da Baidu entrarão na Web, pela primeira vez, usando os serviços da Google e tenderão a se tornar clientes, porque os serviços serão nativos do gPhone.

Diante disso, arrisco dizer que, se hoje a Baidu tem 61,5% do mercado chinês e a Google 22,5%, até o final de 2009 ou final do primeiro semestre de 2010, a Google terá 50% ou mais deste importante mercado.

Fontes: INFO Online, Folha Online e TMC Net

E se a Google adquirisse a Encyclopaedia Brittanica?

Por em 27 de outubro de 2007 – 11:03

Encyclopaedia Britannica - logoA Encyclopaedia Brittanica foi a maior e mais respeitada enciclopédia do mundo nos Séculos XVIII a XX. Desde a sua criação, tem sido um repositório extremamente confiável do conhecimento geral e científico voltado para a população em geral. Seus verbetes são famosos por sua confiabilidade, porque escritos sempre por especialistas e, dizem, sempre submetidos a um conselho editorial muito rigoroso. Seus únicos defeitos sempre foram o preço elevado e a edição unicamente no idioma inglês, o que a mantinha em uma posição de elite.

Com o surgimento da Internet e, principalmente, da Wikipedia, a grande enciclopédia colaborativa, uma experiência de grande êxito, a Encyclopaedia Brittanica perdeu um pouco a sua repercussão, até porque, estando a Wikipedia onipresente na Web e em muitas línguas, tende a ofuscar as demais enciclopédias.

Eu nunca havia conseguido consultar pela Internet verbetes da Brittanica. Recentemente, eu encontrei um Google Co-op, que permite encontrar verbetes parciais desta enciclopédia no topo da página. São ainda apenas extratos em inglês, mas são muito bons.

O ideal, entretanto, seria que os verbetes integrais na maioria dos idiomas do mundo viessem gratuitamente na Web. Isto, entretanto, levaria à falência a editora, porque seu modelo de negócios é baseado em venda de versões integrais da enciclopédia, seja em mídia papel, seja em mídia eletrônica.

Vale dizer que eles editam também o Webster’s Dictionary, que também possui versão digital.

Fique então pensando: uma das missões da Google é organizar e colocar na Web toda a informação de qualidade, que conseguir. Se é assim, poderia ser muito útil ela adquirir a Encyclopaedia Brittanica, manter sua linha editorial (que difere totalmente da linha adotada pela Wikipedia) e, ainda, mandar traduzi-la em várias línguas, colocando todo o conteúdo na Internet. Em contrapartida, ela seria remunerada por publicidade, como, de resto já o faz com todos os seus serviços.

É importante lembrar que a Encyclopaedia Brittanica não competiria com a Wikipedia, porque ambas possuem características diferentes. Antes, ambas seriam complementares e sempre de grande valia para os apreciadores do conhecimento.

Quem sabe, o pessoal de Mountain View já não esteja pensando nisso?

Comentários (2) Categorias: Google